A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

04/09/2014 08:39

Black Friday terá produtos pela metade do preço, de TV a ar-condicionado

Liana Feitosa
Liquidação promete descontos de até 50% em 12 mil itens. (Foto: Divulgação)Liquidação promete descontos de até 50% em 12 mil itens. (Foto: Divulgação)

Sexta-feira e sábado o comércio das cidades de Ponta Porã, distante 323 km de Campo Grande, e Pedro Juan Caballero, no Paraguai, estará unido devido a Black Friday Fronteira, que promete descontos de até 50% e mais de 50 mil pessoas.

Veja Mais
Procon orienta consumidores para compras na fronteira
Fronteira espera 50 mil para a Black Friday e PRF alerta para cuidados

Além das cerca de 200 lojas espalhadas pelas duas cidades, centros de comércio, como o Shopping China, prometem atrair consumidores.

Preços - No Shopping China, um dos mais tradicionais centros comerciais da cidade, a Black Friday Fronteira promete descontos de até 50% para mais de 20 mil produtos. TVs de LED por R$ 550, aparelhos de ar condicionado por R$ 650 e playstation 4 por R$ 1.056 são algumas das ofertas. No Brasil, esses produtos custam até o dobro.

Em algumas lojas brasileiras da Capital, uma TV de LED, como a da oferta, custa algo em torno de R$ 1.000. Já os aparelhos de ar condicionado, ultrapassam R$ 1.200. Mas o mais surpreendente é o playstation que, no Brasil, é encontrado por até R$ 2.300, uma diferença R$ 1.150.

Funcionamento - Nos dias 5 e 6, o Shopping China abrirá os portões às 6h da manhã e as lojas iniciarão o atendimento às 7h, até às 20h. No domingo, os portões abrem às 7h e, as lojas, às 8h. O atendimento se encerrará às 19h.

Segundo a gerência de marketing do shopping, para atender o público durante o final de semana especial, o estacionamento foi ampliado, tendo capacidade para acomodar mais 3 mil veículos.

No comércio tradicional da cidade, as lojas não abrirão no domingo, conforme a assessoria de imprensa da Acepp (Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã). No entanto, alguns estabelecimentos da vizinha Pedro Juan Caballero estarão funcionando, de acordo com a decisão de cada lojista.

Para quem está preocupado com a veracidade dos preços identificados como promocionais, a Acepp garante que já estão em andamento ações de fiscalização para evitar que lojistas aumentem preços antes dos dias da super promoção para oferecer uma oferta falsa.

"Universitários da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e da Universidad Colúmbia já estão pesquisando preços para impedir isso. É o preço já praticado no dia a dia do comércio que deve sofrer redução de 20% até 40%", aponta a assessoria.

Com a iniciativa, estima-se que 40 milhões de dólares sejam movimentados na região. Em pesquisa feita no ano passado, edição em que as fiscalizações foram feitas pela primeira vez, 95% dos compradores entrevistados disseram estar satisfeitos com a Black Friday Fronteira.

"Para esta edição, a expectativa é ainda mais positiva pois o consumidor está mais maduro agora e estamos ganhando experiência com a produção da iniciativa", finaliza a Acepp.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions