A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

20/01/2015 20:52

Blecaute ocorreu minutos após Centro-Oeste bater recorde no consumo de energia

Liana Feitosa

O Centro-Oeste brasileiro registrou recorde de carga de energia elétrica às 14h32 desta segunda-feira (19), segundo o relatório do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) divulgado nesta terça-feira (20). O pico no consumo ocorreu minutos antes do blecaute que atingiu, além do Centro-Oeste, também as regiões Sudeste e o Sul.

Veja Mais
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas

Por causa do recorde, o ONS ordenou o corte de carga para normalizar a frequência do sistema interligado nacional. Uma redução da frequência do sistema ocorreu diante de aumento da demanda por energia no horário de pico e restrição na transferência de energia das regiões Norte e Nordeste para o Sudeste, com perda posterior de unidades geradoras de algumas usinas.

Verão - Segundo o Operador, é comum que recordes de carga ocorram em janeiro devido às altas temperaturas que elevam o consumo de eletricidade, principalmente pelo uso intenso de equipamentos de refrigeração.

Em Mato Grosso do Sul, o apagão, determinado pela ONS, foi realizado pela Enersul entre 13h54m e 14h43 nas cidades de Corumbá, Sidrolândia, Bodoquena e Campo Grande seguindo os procedimentos operacionais vigentes no setor elétrico e atingiu 39 MW.

A Elektro também interrompeu o fornecimento de energia elétrica por cerca de 40 minutos em Três Lagoas, Santa Rita do Pardo, Brasilândia e Selvíria. De acordo com a empresa, o corte foi em torno de 6% da carga consumida, 200MW.

Em entrevista à Agência Brasil hoje, o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse que um problema acarretou os desligamentos por prevenção. "O nosso sistema é robusto, pode haver falha técnica e humana, precisamos apurar. O que aconteceu foi uma falha aparentemente técnica na rede Norte-Sul, que acabou acarretando o desligamento por prevenção", explicou.

Com informações do Portal UOL.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions