A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

03/09/2014 14:04

Café e leite elevam preço da Cesta Básica corumbaense

Priscilla Peres

O preço da cesta básica individual chegou a R$ 297,51 em agosto, terceiro maior valor do ano, no município de Corumbá - distante 419 km de Campo Grande. De acordo com o Índice de Preço Pantanal elaborado pelo Nupec (Núcleo de Pesquisa Econômica e Consultoria) da FSST (Faculdade Salesiana de Santa Teresa), a variação foi de 0,99% em relação a julho.

Veja Mais
Com investimentos de US$ 80 milhões, JBS inaugura unidade no Paraguai
Em meio à crise, idosos garantem movimento nas agências de turismo

Segundo informações divulgadas pelo site Diário Online, dos 13 produtos pesquisados, sete apresentaram alta no preço e seis tiveram redução em relação aos valores praticados em julho. Com 28,82% o café foi o produto que teve maior elevação no mês passado. A segunda maior alta foi do leite, que ficou 20,36% mais caro.

Também registraram altas a carne (8,31%), arroz (4,48%), tomate (2,58%), farinha de trigo (2,12%) e o feijão (0,21%). Tiveram quedas nos preços a banana (-13,42%), batata (-12,93%), pão (-4,49%), óleo de soja (-1,62%), açúcar (-0,98%) e margarina (-0,30%).

O poder de compra dos trabalhadores corumbaenses também foi medido a partir do cálculo de horas trabalhadas para aquisição da Cesta Básica. O corumbaense precisou trabalhar 90,40 horas para comprar os produtos necessários à sua sobrevivência. Em julho, o assalariado teve de trabalhar 89,52 horas para pagar a cesta básica.
Os produtos que compõem a Cesta Básica, são: açúcar; arroz; banana; batata; café; carne; farinha de trigo; feijão; leite; margarina; óleo de soja; pão e tomate.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions