A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

14/01/2016 10:32

Chuva não para, movimento cai mais de 50% e lava a jatos pedem por sol

Priscilla Peres
Limpeza interna dos carros garante o movimento dos lava a jatos nesta época chuvosa. (Foto: Marcos Ermínio)Limpeza interna dos carros garante o movimento dos lava a jatos nesta época chuvosa. (Foto: Marcos Ermínio)

O campo-grandense já teve quase que apelar para a dança do sol algumas vezes, mas chegou a hora da dança inversa. Há dois meses as chuvas são constantes e há uma semana nem o sol tem dado as cara por aqui, o que tem levado donos de lavas-rápidos a quase apelarem para esses rituais.

Veja Mais
Chuva tira 190 pessoas de casa e 47 famílias já estão desabrigadas
Fenômeno leva chuvas intensas ao Pantanal e norte de MS nesta quinta-feira

Eles afirmam que ainda não estão tendo prejuízo, mas o movimento já caiu mais de 50%. Proprietário do lava a jato Pica-pau no bairro Jardim dos Estados, Alexandre Dias de Castro conta que em dias normais lava 30 carros, em média, mas que o número tem diminuído desde o fim do ano passado. "A chuva não para e ninguém quer lavar carro", diz.

Atualmente, chegam cerca de 10 carros para serem lavados diariamente e o número só não é menor devido a limpeza interna. "Teve muita gente que viajou e agora vem para limpar o carro por dentro, porque por fora é difícil já que chove todos os dias", conta Alexandre. A expectativa é que o sol volte e a clientela volte ao normal.

No Centro, a situação é a mesma. A gerente do lava a jato H2A, Maria Angela dos Santos afirma que dos 20 carros que eram lavados por dia, agora apenas cinco vão até o local. "Por enquanto ainda não temos prejuízo, por que de manhã até vem alguns carros, mas se continuar assim vamos começar a ter perdas".

Na Vila Margarida, o lava a jato Teixeira só tem recebido dois veículos por dia. "Ta bem parado por aqui", dizem os funcionários que antes lavavam cerca de 10 carros diariamente.

Mas as notícias não são boas para quem depende do sol para trabalhar. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) a previsão é de chuva pelo menos até sábado, em Campo Grande. As temperaturas máximas não vão passar dos 31°C, mas o tempo continuará nublado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions