A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

20/07/2015 11:34

Cidade tem saldo positivo de 963 vagas de emprego no primeiro semestre

Caged mostra que o setor de serviços fez a diferença neste ano em Dourados e cidade ocupa 1ªposição entre municípios de MS

Helio de Freitas, de Dourados
Setor de serviços garantiu saldo positivo de emprego em Dourados no primeiro semestre (Foto: Eliel Oliveira)Setor de serviços garantiu saldo positivo de emprego em Dourados no primeiro semestre (Foto: Eliel Oliveira)

O município de Dourados, a 233 km de Campo Grande, manteve o primeiro lugar na geração de emprego em Mato Grosso do Sul no primeiro semestre de 2015, mostram dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego.

Veja Mais
Com onda de demissões na indústria, saldo de empregos é o pior desde 2006
Setor de serviços é destaque na geração de empregos, em cinco meses

De janeiro a junho, o saldo positivo foi de 963 novos empregos com carteira assinada – foram 14.908 trabalhadores contratados e 13.945 demitidos no período.

O melhor setor foi o de serviços, com 884 novos postos de trabalho. Em segundo ficou a indústria de transformação, com 175 vagas, e depois aparece a agropecuária, com 38 novos empregos. O pior desempenho no primeiro semestre deste ano em Dourados foi da construção civil, que fechou 147 vagas de trabalho. O comércio teve saldo negativo de 13 vagas.

Outras cidades – De acordo com os números do Caged, o município de Nova Andradina ficou em segundo lugar no primeiro semestre, com saldo positivo 415 vagas – foram 3.091 contratações contra 2.676 demissões. Em terceiro ficou Rio Brilhante, que contratou 2.72 trabalhadores e demitiu 2.401 – saldo positivo de 327 vagas.

Os três piores municípios na geração de emprego de janeiro a junho de 2015 foram Três Lagoas, que fechou 1.071 postos de trabalho, Campo Grande, com saldo negativo de 844, e Naviraí, que demitiu 696 trabalhadores a mais que o número de contratações.

Polo regional – Na avaliação do prefeito Murilo Zauith (PSB), o crescimento do emprego em Dourados está relacionado a três fatores principais: a condição natural do município por ser polo de comércio e serviços para outras 30 cidades, o bom desempenho das empresas locais, que continuam se expandido, e o apoio do poder público, que adotou medidas para facilitar a vida dos empresários e faz investimentos em infraestrutura e qualificação de mão de obra.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions