A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

26/11/2016 11:37

Clientes lotam Centro da cidade para aproveitar "ressaca" da Black Friday

Ricardo Campos Jr. e Christiane Reis
Ruas do Centro estavam movimentadas neste sábado (Foto: Marina Pacheco)Ruas do Centro estavam movimentadas neste sábado (Foto: Marina Pacheco)
Placa mostra descontos que foram estendidos para este sábado (Foto: Marina Pacheco)Placa mostra descontos que foram estendidos para este sábado (Foto: Marina Pacheco)

Consumidores lotam o Centro de Campo Grande para aproveitar a “ressaca” dos descontos da Black Friday, que foram estendidos para este sábado (26). O objetivo dos lojistas é favorecer quem não conseguiu fazer compras ontem por conta de algum compromisso ou aqueles que preferiram pesquisar preços para adquirir os produtos hoje.

“O movimento ontem foi fantástico e hoje está excelente”, disse o gerente do Magazine Luíza da Rua 14 de Julho, Elvis Duarte.

Gleice Marques dos Santos, 24 anos, é gerente de uma loja de roupas e afirma que está gostando do movimento. “Estamos com descontos de até 30% e esticamos a Black Friday para que as pessoas tenham oportunidade de comprar”, afirmou.

Por outro lado, os descontos dividem as opiniões dos clientes, tanto que a maior parte dos que transitam pelo Centro não estão com sacolas nas mãos.

A auxiliar de cozinha Márcia Evangelista, 42 anos, foi à região central em busca de um vestido e pesquisou o preço em vários estabelecimentos. “Para mim, os preços estão iguais. A diferença é mínima”, afirma.

Para a cunhada dela, Adriana Rodrigues, o movimento dentro das lojas não parece estar muito grande. “Acho que está assim porque as pessoas estão sem dinheiro”, opina.

A registradora Maristela Ortiz, 25 anos, veio de Rio Negro para passear em Campo Grande e está achando os preços bons. “Por enquanto, não comprei muita coisa, mas o pouco que adquirir valeu a pena”.

Concorda com ela a dona de casa Silvia Segovia, 44 anos. Ela conta ter pesquisado preço de uma geladeira e encontrado o produto R$ 1 mil abaixo do preço oferecido normalmente. “Acho ótimo essa ressaca, a esticada na promoção, porque senão não conseguiria comprar”, diz.

Movimento maior é registrado na Rua 14 de Julho. No entorno, o fluxo de consumidores é grande, porém menor que na via principal. Em toda a região, o trânsito está intenso.

Há vários policiais militares e guardas municipais na região divididos em pequenas equipes fazendo rondas para garantir a segurança dos compradores.

Vários policiais militares cuidavam da segurança dos consumidores neste sábado (Foto: Marina Pacheco)Vários policiais militares cuidavam da segurança dos consumidores neste sábado (Foto: Marina Pacheco)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions