A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

18/11/2014 20:23

Codecon aprova incentivos fiscais para 18 empresas investirem R$ 51 mi

Priscilla Peres e Liana Feitosa

Na penúltima reunião do Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico), realizada nessa semana, foram aprovados 18 cartas consultas que somam investimentos de R$ 51,6 milhões e que irão gerar 551 empregos diretos aos campo-grandenses. O número de pedidos foi grande devido a não realização da reunião de outubro.

Veja Mais
Negociação pode por fim a greve dos bancários que completa 22 dias hoje
Feira de negócios começa hoje na Capital, e velejador Lars Grael fará palestra

Entre os pedidos analisados pelos técnicos da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Agronegócio), são seis projetos de implantação, que tem como competência a instalação de novas empresas e que ultrapassam R$ 4 milhões.

Entre elas o cemitério e crematório para animais de pequeno porte que terá investimentos de R$ 158 milhões e vai gerar oito empregos diretos. O Codecon aprovou a doação da área com até 5 mil m², isenção das taxas de ISSQN sobre as obras de construção e redução de 30% do IPTU por três anos.

Outras duas cartas-consultas de projetos de ampliação das atividades da empresa, como o caso da Multilab Laboratório de análises clínicas, que recebeu isenção das taxas de ISSQN sobre as obras de construção e redução de 50% do IPTU por cinco anos, para investir R$ 1,620 milhão e gerar 28 empregos.

O Codecon aprovou ainda 10 projetos de ampliação e relocalização, entre elas a Elétrica Zan, empresa de materiais elétricos e hidráulicos que vai investir R$ 800 mil e gerar 12 novos empregos. Para isso, irão receber um terreno de 5 mil m², isenção de taxas e do ISSQN sobre as obras de construção e redução de 90% do IPTU por 10 anos.

A concessão de benefícios está prevista no Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande) e de acordo com o secretário Natal Baglioni, uma nova reunião será feita em dezembro. "Ainda não temos data certa para a reunião que vai depender das demandas e se for o caso, faremos duas", explica.

Conforme o secretário-executivo do Codecon, Tito Vespasiano Beraldo de Ruchkys, a grande quantidade de projetos votados nesta reunião deve-se à proximidade do fim do ano e a uma demanda reprimida que acabou se formando, já que não ocorreu reunião do conselho no mês passado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions