A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

02/08/2016 20:07

Cofres municipais fecham semestre com superavit de R$ 362 milhões

Balanço orçamentário divulgado nesta terça (2) revela que volume arrecadado em seis meses representa 44% do previsto para o ano inteiro

Waldemar Gonçalves
Central de Atendimento ao Cidadão de Campo Grande; arrecadação de IPTU é o carro-chefe das receitas municipais (Foto: Arquivo)Central de Atendimento ao Cidadão de Campo Grande; arrecadação de IPTU é o carro-chefe das receitas municipais (Foto: Arquivo)

Os problemas de caixa da Prefeitura de Campo Grande ficaram no passado. Balanço orçamentário do município, divulgado nesta terça-feira (2), revela que a gestão de Alcides Bernal (PP) fechou o primeiro semestre com superavit de R$ 362,6 milhões.

Veja Mais
Refrigerante de erva mate e palestra foram novidades em feira de negócios
Em queda de 0,5%, dólar comercial fecha cotado a R$ 3,23 nesta terça-feira

Nos seis primeiros meses deste ano, a Prefeitura da Capital arrecadou R$ 1,5 bilhão. Não é necessariamente um bom resultado já que, considerando as projeções orçamentárias da Capital, com metade do ano vencida o montante representa 44,8% do previsto até dezembro, que é de R$ 3,4 bilhões.

Somente nos meses de maio e junho, a arrecadação foi de R$ 424,4 milhões. O IPTU (Imposto Territorial e Predial Urbano) é o carro-chefe no período.

Dos R$ 443 milhões que chegaram aos cofres municipais a partir do pagamento de impostos, só ele corresponde a R$ 224,2 milhões. É seguido pelo ISS (Imposto Sobre Serviços), com R$ 130,9 milhões.

Já as despesas de janeiro a junho chegam a R$ 1,186 bilhão, sendo R$ 332,5 milhões no último bimestre. Deste total acumulado em seis meses, R$ 697 milhões são custos com pessoal e encargos sociais.

Os números foram publicados em edição suplementar do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions