A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

01/11/2016 15:24

Com 13° e salários, governo vai injetar R$ 1 bilhão na economia estadual

Elci Holsback
Decisão do governador foi anunciada nesta tarde. (Foto: Fernando Antunes)Decisão do governador foi anunciada nesta tarde. (Foto: Fernando Antunes)

O governo do Estado definiu as datas para pagamento dos próximos salários e 13º do servidores neste ano. No dia 1° de dezembro os servidores recebem o salário de novembro, o abono salarial será pago no dia 20 e o salário de dezembro, no início de janeiro. Os pagamentos somam R$ 1 bilhão e aliviam as preocupações do comércio, que todos os anos aguardam o anúncio para se preparar para as vendas.

As datas foram anunciadas nesta tarde e além de auxiliar o servidor para se programas com compras e contas, anima o comércio que espera pelo pagamento como estímulo para as vendas. A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) afirma que a decisão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) é uma boa notícia para empresários.

“Os servidores são um público consumidor importante e representam uma contribuição expressiva na movimentação do comércio. Com o pagamento dos salários em dia, haverá mais tranquilidade para quitar contas e conforto para escolher os presentes de Natal", afirma o presidente da entidade, João Carlos Polidoro.

De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio-MS, Edison Araújo, a instituição prevê que para cada 10% da população de Mato Grosso do Sul que gaste em média R$ 200, entre comemorações e presentes para o Natal, haverá uma movimentação na economia de aproximadamente R$ 53 milhões. Além disso, o 13° salário poderá ser usado por uma parcela da população para quitar antigas dívidas, o que também é benéfico para o setor.

“As perspectivas estão favoráveis, já que a intenção de consumo das famílias aumentou nos últimos dois meses e o índice de confiança do empresário tem crescido ao longo do ano e, com ele, as expectativas de investimento em mão-de-obra. A previsão é gerar aproximadamente 5 mil empregos temporários para o final do ano e, cabe ressaltar que há expectativas de que a partir do 13º salário muitas dívidas possam ser pagas, com os empresários aproveitando a oportunidade para propor renegociações e até mesmo aproveitar o pagamento para compras do fim de ano à vista”, ressaltou.

Pesquisa divulgada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) revela que somado ao servidores do governo do Estado, o décimo terceiro salário da população sul-mato-grossenses deve movimentar cerca de R$ 2,35 bilhões, o que representa incremento de 18,8% em relação a 2015, com injeção de R$ 372,272 milhões a mais.

INSS inicia pagamento do 13° salário hoje; MS terá 287 mil beneficiários
A Previdência Social deposita hoje, a primeira parcela do 13° salário dos beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Em Mato Grosso...
Federação do comércio acredita que saque do FGTS vai estimular economia
Com dinheiro do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) à vista, a Federação do Comércio de MS acredita que parte do montante pode ser injetado...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions