A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

29/06/2016 11:39

Com carioquinha muito caro, feijão preto ganha preferência no prato

Renata Volpe Haddad
Feijão preto custa quase metade do preço do carioquinha.  (Foto: Renata Volpe Haddad)Feijão preto custa quase metade do preço do carioquinha. (Foto: Renata Volpe Haddad)

Com o quilo do feijão carioquinha custando mais de R$ 12, o grão preto deixou de estar presente apenas na feijoada do fim de semana e agora, faz parte da alimentação diária dos consumidores que não abrem mão da típica comida brasileira, Com a substituição, a economia chega perto de 50%.

Veja Mais
Para baixar preço do feijão, governo zera tarifa de importação do produto
Governo libera importação de feijão para combater alta do preço

No supermercado Pires, do bairro Moreninhas, o quilo do grão feijão Paquito, custa R$ 12,49, mas tem outra opção de marca, Vô Cidi que é vendido por R$ 11,99. No local, o feijão preto Paquito, custa R$ 6,29.

Já no mercado Duarte, o quilo do feijão Paquito, sai por R$ 12,49, e o feijão preto da mesma marca é vendido por R$ 8,99. No supermercado Comper do bairro Tijuca, o preço do feijão Terra Nova está R$ 15,49.

A auxiliar de escritório, Elenize Bonifácio de Aguiar, 52, conta que levou um susto quando o preço subiu. "Foi da noite pro dia e como em casa não deixamos de comer feijão, cheguei a pagar R$ 15 no quilo, só que não tem condições e optamos pelo feijão preto".

Para a dona de casa Joana Santos Cardoso, 74, a diferença de um feijão para outro é apenas o preço. "Não pago caro mas também não deixo de comer. Quando o valor subiu, eu ainda fazia meu filho me levar em três supermercados para conferir o preço, mas acaba que é tudo a mesma coisa e resolvi mudar para o feijão preto", comenta.

O aposentado Carlos Gomes Castro, 68, afirma que deixou de comer feijão, pelo menos, enquanto o preço estiver exorbitante. "A única coisa que não sobe é nosso salário e lá em casa deixamos de comer, não substituímos por nada, porque está tudo muito caro", alega.

No supermercado Comper do bairro Tijuca, quilo do feijão custa R$ 15,30. (Foto: Edivaldo Bittencourt)No supermercado Comper do bairro Tijuca, quilo do feijão custa R$ 15,30. (Foto: Edivaldo Bittencourt)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions