A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

29/11/2016 15:36

Com R$ 470 milhões em caixa, Capital só executou 10% dos investimentos

Priscilla Peres
Alcides Bernal em agenda na semana passada (Foto: Richelieu de Carlo)Alcides Bernal em agenda na semana passada (Foto: Richelieu de Carlo)

A prefeitura de Campo Grande terminou outubro com R$ 474 milhões em caixa. Porém, ao longo do ano só executou 10% dos investimentos programados para 2016. Ou seja, em dez meses, pagou R$ 31 milhões dos R$ 320 milhões que previu que gastaria ao longo do ano, enquanto fica com recursos parados nos cofres.

A dotação inicial de investimentos para 2016 era de R$ 538 milhões, mas o montante foi reduzido. De acordo com relatório orçamentário publicado nesta terça-feira (29) pela equipe da gestão de Alcides Bernal (PP), de fato a prefeitura executou só R$ 36 milhões dos investimentos para o ano. Mas só pagou R$ 31 milhões e ainda inscreveu R$ 69,9 milhões em restos a pagar, referentes ao montante de R$ 106 milhões empenhados.

Além disso, do total liquidado em dez meses, R$ 17 milhões foram feitos em setembro e outubro, ou seja, quase metade do total do ano. Entre janeiro e agosto, foram gastos em média R$ 2,3 milhões por mês com investimentos.

Os dados do relatório mostram que até 31 de outubro, a prefeitura de Campo Grande tinha R$ 474 milhões em caixa, resultado do superavit das contas dos dez primeiros meses do ano. Mas, acumula R$ 262 milhões inscritos em restos a pagar. A dívida consolidada soma R$ 395 milhões.

A prefeitura estima arrecadar R$ 3,23 bilhões em 2016, mas até outubro as receitas somaram R$ 2,2 bilhões, o que significa 67% do total. Ainda falta R$ 1 bilhão em receita para receber, conforme previsão inicial.

Entre janeiro e outubro, a prefeitura arrecadou R$ 2,353 bilhões e gastou R$ 2,037 bilhões em despesas. O que significa superavit de R$ 315 milhões, com receitas maiores que as despesas. Existem R$ 631 milhões inscritas em restos a pagar.

A folha de pagamento com pessoal e encargos somou R$ 248,6 milhões em setembro e outubro e R$ 1,152 bilhão de janeiro a outubro. A prefeitura tem 22 mil servidores, conforme dados de agosto, e a folha mensal de pagamento gira em torno de R$ 100 milhões.

Previdência - Enquanto as contas municipais tem superavit no ano, a previdência acumula deficit de R$ 42 milhões entre janeiro e outubro de 2016. Em relação ao mesmo período do ano passado, a receita caiu 12% enquanto os gastos cresceram 19,5%.

Os dados do relatório orçamentário, mostram que de janeiro a outubro a previdência arrecadou R$ 203 milhões, enquanto que no mesmo período do ano passado o montante somou R$ 181 milhões, 12% a menos.

Entre janeiro e outubro de 2016, as despesas somaram R$ 245 milhões. No mesmo período de 2015, os gastos chegavam a R$ 205 milhões, crescimento de 19,5%.

Prefeitura admite epidemia de zika e chikungunya em 2017
Este ano o número de casos de zika em Campo Grande já é seis vezes maior do que no ano passado....
Cobrança de bagagem em voos pode começar em 14 de março
Apesar da tramitação de uma proposta no Congresso Nacional para impedir que as empresas aéreas cobrem por qualquer bagagem despachada pelos passageir...
Inscrições para programa de incentivo à empresas termina amanhã
Termina amanhã (20), as inscrições para o primeiro ciclo do ano de Aceleração do InovAtiva Brasil. O programa é voltado para incentivar empresas inov...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions