A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

07/08/2014 19:27

Comércio aposta em promoções para atrair o consumidor

Liana Feitosa
Comércio tem baixo movimento nas vendas para o Dia dos Pais. (Foto: Marcos Ermínio)Comércio tem baixo movimento nas vendas para o Dia dos Pais. (Foto: Marcos Ermínio)

Mesmo faltando apenas três dias para o Dia dos Pais, o movimento nas lojas da Capital está fraco. Marcos Antonio de Castro, gerente de uma loja de calçados do centro da cidade, espera que os dois dias que antecedem a data comemorativa compensem o pouco movimento. "Com certeza o sábado vai ser o dia mais movimentado e estamos preparados para isso. Nosso estoque está cheio", afirma.

Veja Mais
Shoppings sorteiam de moto a carro esportivo para "Dia dos Pais"
Entidade prevê pior "Dia dos Pais" desde 2004 para as vendas

Ao que tudo indica, quem deixar para última hora vai encontrar movimento intenso no centro, mas muita promoção também. Com a intenção de atrair o consumidor, todo tipo de campanha ganha as ruas. Marcos conta que, em sua loja, até mesmo o sogro do cliente pode sair ganhando.

"Este ano adotamos uma campanha que, caso o cliente decida comprar um presente não apenas para o pai, mas também para o sogro, ele ganha vantagens especiais e desconto. Afinal, seu sogro já te deu um ótimo presente, né?", argumenta.

Expectativas - De acordo com o presidente da Fecomércio, Edison Araújo, as vendas deste ano atingirão 5,5% a mais do que no ano passado. No entanto, descontada a inflação do período, o percentual equivale a uma expectativa de manutenção dos patamares de comercialização.

Mas é preciso atenção. Segundo o Procon/MS (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor), existem itens que apresentam variação de preço de 542% em Campo Grande. Por isso, a pesquisa de preço é um recurso importante. "Fazemos a pesquisa para esclarecer a população de que os estabelecimentos praticam preços diferentes e que pode variar muito de um local para o outro", explicou o superintendente do Procon, Alexandre Rezende.

Pesquisa - Uma pesquisa realizada em 13 cidades de Mato Grosso do Sul apontou que 82% da população economicamente ativa vai comprar presentes para os pais e o consumidor está disposto a gastar, em média, R$ 132,00. Ainda de acordo com o levantamento, a maior parte das pessoas que participaram da pesquisa quer pagar o presente à vista, o que é considerado positivo pelo comércio, já que os riscos de inadimplência, dessa forma, diminuem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions