A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

16/10/2015 13:03

Companhia suspende voos em Campo Grande devido à alta do dólar

Liana Feitosa
Agora, só é possível utilizar os serviços da empresa para um de seus destinos internacionais voando a partir de Santa Cruz de La Sierra. (Foto: Divulgação)Agora, só é possível utilizar os serviços da empresa para um de seus destinos internacionais voando a partir de Santa Cruz de La Sierra. (Foto: Divulgação)

A companhia aérea boliviana Amaszonas suspendeu voos partindo do Brasil para os destinos internacionais sul-americanos operados pela empresa. Em Campo Grande, a companhia passou a operar no dia 4 de junho deste ano e deixou de voar a partir da cidade no último dia 28 de setembro, segundo a Infraero.

Veja Mais
Refrigerante de erva mate e palestra foram novidades em feira de negócios
Em queda de 0,5%, dólar comercial fecha cotado a R$ 3,23 nesta terça-feira

Confirmação - A informação foi confirmada pela ANAC (Agência Nacional de Avião Civil). De acordo com o órgão, não existem solicitações de rotas ou voos vigentes da empresa para operações no Brasil.

Partindo da capital sul-mato-grossense, a companhia realizava voos diretos para a cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra. Segundo Ana Flávia Buzaneli, chefe de vendas da Amaszonas em Campo Grande, a empresa continua atendendo clientes no aeroporto da capital, mas sem realizar venda de passagens partindo da cidade.

Agora, só é possível utilizar os serviços da empresa para um de seus destinos internacionais voando a partir de Santa Cruz de La Sierra.

Motivo - A chefe de vendas explica que a empresas suspendeu os voos devido à alta do dólar, que gerou queda acentuada no fluxo de passageiros. "Não estava compensando operar devido à despesa, o que de certa forma acabou gerando algum prejuízo. Por isso, os voos partindo de Campo Grande foram suspensos temporariamente", detalha.

Futuro - Ainda de acordo com Ana Flávia, a expectativa da empresa é que as operações voltem a ocorrer em janeiro do próximo ano. Segundo a chefe de vendas, passageiros que tinham voos programados ainda para este ano estão recebendo de volta o valor integral da compra.




Também, um vôo Campo Grande - La Paz (via Santa Cruz) - Campo Grande estava quase 700 dólares, mais caro do que fazer a perna daqui para São Paulo e depois La Paz. Estava mais barato voar para Miami ou Nova York do que La Paz, infelizmente.
 
Ivan Pereira em 21/10/2015 06:39:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions