A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

17/02/2015 15:20

Consumidores fazem fila em posto de combustível com preço antigo na "promoção"

Vanda Escalante e Michel Faustino
Preço menor gerou fila em posto da avenida Três Barras (Foto: Marcelo Calazans)Preço menor gerou fila em posto da avenida Três Barras (Foto: Marcelo Calazans)

Com novo reajuste valendo para o preço na bomba, os postos de combustível de Campo Grande estão sendo objeto de pesquisa por parte do consumidor nesta terça-feira de Carnaval. Desde ontem (16), está autorizado o reajuste de até R$ 0,12 por litro de gasolina. É o segundo reajuste do mês, determinado em função do novo PMPF (Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final), determinado pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária).

Veja Mais
Postos mantêm preços, mas gasolina deve subir pela segunda vez no mês
Donos de postos aproveitam reajuste da gasolina e elevam lucro em 90%

Em Mato Grosso do Sul, conforme a nova tabela, o litro da gasolina pode ser cobrado por R$ 3,5848. No entanto, como os postos ainda têm estoque, os preços na tarde desta terça ainda variavam entre R$ 3,37 e R$ 3,49.

Um posto com promoção, na Avenida Três Barras, teve fila durante a tarde e garante preço menor pelo menos até a Quarta de Cinzas. Como o posto só vende a dinheiro (não aceita cartão de débito ou crédito), a administração do estabelecimento explica que consegue, normalmente, manter os preços por litro um pouco abaixo da concorrência.

Com a gasolina a R$ 3,22, a previsão é que a "promoção" dure mais uns dois dias, ou "pelo menos até amanhã". Depois disso virá o aumento, mas a direçoa do posto ainda não tem definido qual será o novo valor.

Cliente fiel do posto, o cabeleireiro Luciano Dias, de 30 anos, estava na fila para completar o tanque. Ele contou que sempre abastece ali justamente por conta do preço mais baixo, mas que, mesmo assim, gasta cerca de R$ 300 por mês com combustível. Disse também que depende do carro para ir e vir do trabalho, mas como tem também uma moto, já pensa na possibilidade de mudar os hábitos. "Se apertar muito, vou ter que usar a moto, que é mais econômica", afirmou.

Luciano Dias, consumidor: Se apertar, vou usar a moto (Foto: Marcelo Calazans)Luciano Dias, consumidor: "Se apertar, vou usar a moto" (Foto: Marcelo Calazans)

Novos preços - Com o novo aumento, o preço médio do diesel passa a R$ 3,0963/litro, o que representa aumento de R$ 0,09 em comparação com o valor médio de R$ 3,004, aplicado segundo última pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

A tabela dos valores de referência coloca Mato Grosso do Sul em segundo lugar entre os preços mais altos do país. O primeiro é o Acre, com preço médio de R$ 3,7452 par a gasolina e R$ 3,3192 para o diesel. Em seguida, está o Distrito Federal, para o qual o estabelecido é R$ 3,4700 para gasolina e R$ 2,8580 para o diesel. O menor preço ponderado para gasolina é de Pernambuco, R$ 2,9130.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions