A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

09/09/2015 17:18

Consumo de óleo diesel precisa atingir 186 mi de litros por mês até o fim do ano

Renata Volpe Haddad
Comissão realizou 3º reunião hoje para apresentar preços do óleo diesel praticado em Mato Grosso do Sul. (Foto: Wagner Guimarães/Divulgação)Comissão realizou 3º reunião hoje para apresentar preços do óleo diesel praticado em Mato Grosso do Sul. (Foto: Wagner Guimarães/Divulgação)

Para compensar a perda de receita com a redução da alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) no preço do óleo diesel, o consumo do combustível precisa aumentar em 40 milhões de litros por mês até dezembro, ou seja, aumento de 30% que representa venda de aproximadamente 190 milhões de litros por mês.

Veja Mais
Primeiro mês de redução do ICMS não alcança meta prevista pelo governo
Mesmo com queda de ICMS, preço do diesel se mantém próximo de R$ 3

Durante a 3º reunião da Comissão de Acompanhamento do preço do óleo diesel, realizada hoje, os números apontam que o consumo aumentou em 4,5% em agosto. Em julho, o consumo foi de 126 milhões de litros e em agosto, subiu para 146 milhões de litros.

Os valores praticados nos postos de Mato Grosso do Sul em julho, eram de R$ 2,89, reduzindo para R$ 2,87 no mês passado. Para poder atrair os consumidores, a comissão quer que os preços se estabilizem em R$ 2,85 nos próximos meses.

O secretário de fazenda Márcio Monteiro, afirmou que agosto foi o primeiro mês trabalhado em plenitude do serviço, ou seja, com o preço da redução da alíquota sendo praticado nas distribuidoras. "Com isso, houve leve incremento no consumo, mas ainda a arrecadação é negativa em relação a redução da alíquota do diesel, hoje temos 4% de arrecadação menor, do que se tinha quando a alíquota era 17%. Estamos na expectativa de que o aumento do volume venha equilibrar e repor a perda nos meses de julho e agosto", explicou.

De acordo com o presidente da comissão, o deputado estadual Paulo Corrêa (PR), o trabalho de acompanhamento já mostrou que todos os municípios reduziram os preços. "O município de Mundo Novo pratica o preço mais baixo, sendo R$ 2,87 e Sidrolândia trabalha com o valor mais caro, sendo R$ 3,26. Já estamos analisando os motivos dos postos de combustíveis do município vizinho de Campo Grande, estar com os preços altos", informou.

Ainda segundo o deputado, para que o consumo cresça, é preciso que o valor reduzido chegue aos consumidores. "Observamos que a distribuidora diminuiu os preços do diesel S 500 e S 10, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reduziu a alíquota de 17% para 12%, mas isso não é visto na bombas, essa baixa não está chegando nos consumidores e isso não adianta, e nos deixa preocupado", concluiu.

A próxima reunião da Comissão de Acompanhamento do Preço do Óleo Diesel está marcada para o dia 08 de outubro às 14h30 na Assembleia Legislativa, onde serão novamente analisados os valores do combustível, praticado em Mato Grosso do Sul.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions