A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

07/06/2014 17:15

Copa do Mundo zera estoque de TVs e espera do produto chega a dez dias

Caroline Maldonado
Vendedor mostra, no sistema da loja, o estoque de televisores esgotado (Foto: Marcos Ermínio)Vendedor mostra, no sistema da loja, o estoque de televisores esgotado (Foto: Marcos Ermínio)
O gerente da City Lar conta que ainda tem alguns televisores, porque reforçou o estoque (Foto: Marcos Ermínio)O gerente da City Lar conta que ainda tem alguns televisores, porque reforçou o estoque (Foto: Marcos Ermínio)

Empolgados com as promoções de televisores alusivas a Copa do Mundo, os consumidores acabaram com o estoque de muitas lojas do centro de Campo Grande. Na maioria dos estabelecimentos, quem está comprando televisores de 29, 39, 47 ou 51 polegadas, hoje (7), terá que esperar até 10 dias para receber o produto.

Veja Mais
Com telões, Cidade do Natal vai virar “Vila Brasil” para a Copa do Mundo
Copa do Mundo aumenta venda de televisão e até da linha branca

Até lá, o cliente vai ter que assistir o jogo entre Brasil e Croácia, na quinta-feira, dia 12, na televisão antiga. O torcedor ainda corre o risco de perder a partida seguinte da seleção brasileira contra a mexicana, no dia 17 de junho. Em algumas lojas o consumidor encontra televisores que serão entregues em menos tempo. O menor prazo é de quatro dias, após a compra, conforme pesquisa realizada pela reportagem do Campo Grande News, no centro da cidade.

Os vendedores acreditam que o espírito da torcida aliado as promoções anunciadas na mídia são o motivo do aumento de até 15% nas vendas. “O estoque de 50 televisões de 51 polegadas esgotou em dois dias”, conta o vendedor Everton Santos, da loja Magazine Luiza, na qual o prazo para entrega do produto é de quatro dias.

Na loja Romera, restam apenas duas televisões de 51 polegadas a pronta entrega, de acordo com o gerente, Luiz Carlos Gonzales. Quem não chegar a tempo terá que esperar pelo produto até dez dias, após a compra. Segundo o gerente, os preços baixaram até 9% com as promoções da Copa do Mundo. “O preço foi lá embaixo, até porque nós tivemos que seguir a concorrência para não perder os clientes”, explica Luiz.

Preços - Além de ter que esperar pelo produto, o consumidor tem que ter disposição para pesquisar, porque há promoções tentadoras, mas que variam de acordo com o dia e, claro, com a forma de pagamento.

Fazendo pesquisa nas lojas da rua quatorze de julho, Regiane Godoy, 28 anos, não ficou muito animada com os preços. “Meu marido comprou uma televisão 3D, de 43 polegadas há três meses e pagou R$1.600. Agora estou vendo que a mesma televisão está custando R$ 1.790, à vista. Então está caro”, avalia.

Na City Lar, o estoque não tem mais do que nove televisores de 51 polegadas. O gerente, Kelcio Luis de Oliveira, explica que ainda tem o produto, porque fez um cálculo prevendo que o número de clientes aumentaria em mais de 10% na loja, nessas últimas semanas. “Esperamos que esse aumento chegue a 30% ainda, mas tem algumas pessoas que estão somente pesquisando os preços”, afirma.

Os vendedores e gerentes não revelam se os preços podem subir ou diminuir nos próximos dias, apenas garantem que deve haver mais promoções que vão animar os consumidores.

Gerentes esperam aumento de até 30% nas vendas, no perído da Copa do Mundo (Foto: Marcos  Ermínio)Gerentes esperam aumento de até 30% nas vendas, no perído da Copa do Mundo (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions