A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Setembro de 2016

23/12/2014 15:31

Cota para importação de produtos cairá para US$ 150 no ano que vem

Priscilla Peres

A partir de 1º de julho de 2015, quem fizer compras no exterior e voltar para o Brasil por terra, rios ou lagos, terá apenas metade da cota atual para a importação de produtos, o que representa US$ 150. A decisão da Secretaria da Receita Federal foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Veja Mais
Greve dos bancários chega ao 19º dia com 144 agências sem atendimento
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano

A regulamentação foi editada em julho desse ano e só poderia começar a valer após a regulamentação feita hoje. A Receita, adiou a data para julho de 2015 para que as lojas francas nas cidades fronteiriças tivessem mais tempo de se adaptar às mudanças.

A cota foi reduzida de US$ 300 para US$ 150. Quando foi divulgada a alteração, o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, disse que a medida beneficiaria cidades fronteiriças que tenham "comércio forte" com o Brasil.
“São essas que têm um comércio forte e, nesse sentido, há lojas francas do outro lado da fronteira. Nos demais [estabelecimentos] de comércio normal não haverá problemas, pois têm legislação própria", disse Barreto na ocasião, à Agência Brasil.

Caso o viajante exceda a cota, terá de arcar com tributação de 50% de imposto de importação. Para quem chega de avião no país, o limite segue sendo US$ 500 ou valor equivalente em outra moeda.

Porém, os bens de uso ou consumo pessoal. como roupas, relógio e telefone celular, não entram na cota desde que "em natureza e quantidade compatíveis com as circunstâncias da viagem".

FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...
Dólar comercial fecha a semana em queda e cotado a R$ 3,24
Após duas altas seguidas do dólar comercial durante a semana, a moeda norte-americana fechou nesta sexta-feira (23) cotado a R$ 3,247 na venda e com ...
Desemprego desacelara, e MS cria mais 1.077 vagas de trabalho em agosto
Mato Grosso do Sul abriu 1.077 empregos formais a mais no mês de agosto -equivalentes ao acréscimo de 0,21% -, em relação ao estoque de assalariados ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions