A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

23/08/2016 17:30

De carona na queda do dólar, fronteira realizará Black Friday

Anny Malagolini
Comércio da fronteira vai oferecer descontos de 50% (Foto: Eduardo Gaúna/ DivulgaçãoComércio da fronteira vai oferecer descontos de 50% (Foto: Eduardo Gaúna/ Divulgação

Em decorrência a desvalorização do real, e dos casos de violência que marcaram a região da fronteira neste ano, o comércio de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã enfrentou queda significativa das vendas. Mas para retomar o mercado, o setor prepara mais uma edição do Black Friday, entre os dias 7 e 11 do próximo mês.

Veja Mais
Black Friday 2016 vai durar 5 dias e deve movimentar R$ 200 milhões
Promoções e turismo reaquecem economia da fronteira após ano fraco

A promessa desta vez é de descontos que podem chegar a 50%, mas apenas em produtos identificados. Embora a liquidação ofereça desconto menor em relação a edições interiores, a expectativa é de que a ida de turistas do interior de São Paulo e do Paraná, além de Mato Grosso do Sul, movimentem R$ 200 milhões.

Serão 300 empresas participantes das duas cidades. Os descontos variam de 10% a 50%, e incluem todos os setores. A organização estima que 120 mil confiram a liquidação durante os cinco dias.

Para Amauri Ozório, da ACEPP (Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã), a liquidação é a oportunidade do setor reaquecer o mercado, e aproveitar a queda do dólar. No ano passado, a moeda passou dos R$ 4, e a diminuição de turistas atingiu os 50%.

E sobre a segurança, ele enfatizou que desde os atentados registrados no mês de junho, no Paraguai, a Polícia Militar de Ponta Porã tem atuado em parceria com a Força Militar Nacional Paraguai para evitar novos episódios de violência. “Temos segurança, e nossa expectativa é de atrair mais visitantes em relação aos anos anteriores.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions