A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

27/08/2014 11:25

Débito não autorizado é a principal queixa de clientes de bancos e financeiras

Marta Ferreira

Os débitos em conta não autorizados foram as principais reclamações de clientes bancários feitas ao BC (Banco Central), em julho. No total, foram registradas 351 reclamações desse tipo, com indício de descumprimento de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do BC. Dessas queixas, 93 foram registradas contra o Santander, 79 contra a Caixa Econômica Federal e 69 contra o Banco do Brasil.

Veja Mais
Greve dos bancários chega ao 19º dia com 144 agências sem atendimento
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano

Em segundo lugar no ranking das reclamações mais frequentes estão as irregularidades referentes à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços, com 212 casos. Em seguida, vem a cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados (161).

A lista, divulgada hoje (27) pelo BC, ganhou novas informações, visualização mais moderna e mudança na metodologia. Até junho, as instituições estavam divididas entre as que tinham mais de 1 milhão de clientes e as que tinham menos. Agora a divisão passou a ser feita entre as entidades com mais de 2 milhões de clientes. Também foram incluídas as financeiras no levantamento.

O BC também ampliou a base de clientes de cada instituição financeira. Até junho, apenas os clientes com com depósitos (contas correntes e poupança) cobertos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) eram contabilizados. Com a modificação, outras operações de depósito foram incluídas e os clientes que tomam crédito, mas não necessariamente têm conta ou investimento no banco, também passaram a compor a base de clientes.

Entre as instituições com mais de 2 milhões de clientes, em julho, o BMG liderou a lista com 106 reclamações consideradas procedentes pelo BC. Para fazer o ranking, as reclamações são divididas pelo número de clientes da instituição financeira que originou a demanda e multiplicadas por 1 milhão. Assim, é gerado o índice, que representa o número de reclamações de cada instituição financeira para cada grupo de 1 milhão de clientes. No caso do BMG, o índice ficou em 40,3.

Em segundo lugar no levantamento de julho, está o Santander, com índice de 13,61 e 419 reclamações procedentes, e em seguida, Banrisul, com índice de 11,87 e 45 reclamações.

No caso de bancos e financeiras com menos de 2 milhões de clientes, o BIC liderou a lista com índice de 199,49 e 34 reclamações procedentes. Em segundo lugar está J.Malucelli, com índice em 68,09 e 23 reclamações. Em terceiro lugar ficou o Banco Fibra com índice de 62,1 e 14 reclamações.

FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...
Dólar comercial fecha a semana em queda e cotado a R$ 3,24
Após duas altas seguidas do dólar comercial durante a semana, a moeda norte-americana fechou nesta sexta-feira (23) cotado a R$ 3,247 na venda e com ...
Desemprego desacelara, e MS cria mais 1.077 vagas de trabalho em agosto
Mato Grosso do Sul abriu 1.077 empregos formais a mais no mês de agosto -equivalentes ao acréscimo de 0,21% -, em relação ao estoque de assalariados ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions