A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

08/10/2015 15:52

Demanda de casais para passar o fim de semana surpreende hotel novo

Liana Feitosa
Cícero Vilela e Marcelo Mesquina explicam que, no mês passado, hotel atingiu 52% de taxa de ocupação média pela primeira vez e, também, o orçamento planejado, considerando despesas e receitas. (Foto: Fernando Antunes)Cícero Vilela e Marcelo Mesquina explicam que, no mês passado, hotel atingiu 52% de taxa de ocupação média pela primeira vez e, também, o orçamento planejado, considerando despesas e receitas. (Foto: Fernando Antunes)

Inaugurada no final de fevereiro deste ano com investimento de R$ 42 milhões, a unidade de Campo Grande do hotel de luxo Deville Prime enfrentou meses de deficit. Segundo Cícero Vilela, diretor de marketing da rede, os três primeiros meses do empreendimento foram de funcionamento abaixo do esperado.

Veja Mais
Hotel de luxo de Campo Grande oferece cardápio gourmet para não hóspedes
Em tempos de falta de água, hotel economiza com uso de chuva e sol

"Não sabíamos que a situação econômica do país chegaria à gravidade que está hoje. Sabíamos que seria um desafio e não haveria explosão na taxa de ocupação, mas os três primeiros meses acabaram abaixo do que esperávamos", detalha o diretor.

No mês passado, pela primeira vez, o hotel atingiu 52% de taxa de ocupação média e, assim, o orçamento planejado, considerando despesas e receitas. "A resposta do mercado está acontecendo e, desse mês em diante, sabemos que a procura crescerá ainda mais", completa.

Para surpresa da diretoria, um novo público passou a frequentar o hotel. Casais deixam suas casas no fim de semana para se hospedar e descansar no hotel. "Casais da cidade passaram a vir se hospedar em busca de uma experiência gastronômica, para comer bem, tomar um bom café da manhã, relaxar e descansar no final de semana", conta Marcelo Mesquita, gerente geral.

Cícero explica que a vocação do negócio é atender hóspedes que estão na cidade a trabalho. Inicialmente, a rede acreditava que o hotel seria bastante procurado por empresários do setor agropecuário, como ocorre no estado vizinho, Mato Grosso.

Gosto - No entanto, o local atraiu diversos segmentos e, inclusive, pessoas interessadas no lazer"Em pouco tempo passamos a notar algumas preferências do público local e percebemos hábitos bem comuns do campo-grandense, necessidades daqui. A partir disso reunimos sugestões e criamos um menu exclusivo para Campo Grande com ingredientes leves e frescos, pensados para o clima quente da cidade", explica Marcelo.

Empresa vai implantar, a partir de novembro, novo cardápio no restaurante do hotel desenvolvido a partir de tendências e sugestões locais. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)Empresa vai implantar, a partir de novembro, novo cardápio no restaurante do hotel desenvolvido a partir de tendências e sugestões locais. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)

Como parte desse cardápio estão pratos japoneses como o sushi, culinária bem conhecida na capital sul-mato-grossense. "Por isso mesmo passamos a oferecer combos de sushi, algo que existe somente nesta unidade", exemplifica o gerente.

Empresas - No entanto, o empreendimento atraiu maior diversidade do que se esperava, atraindo muitos investidores do setor bancário, de tecnologia da informação, do setor farmacêutico, além de empresas de consultoria.

Em meio a esse público voltado para os negócios, surgiu o público local, que tem buscado o local não só para hospedagens rápidas e de lazer aos finais de semana, mas também interessados nas refeições oferecidas no restaurante do Deville.

O local fica aberto ao público das 6h às 10h30 para café da manhã, das 12h às 15h para almoço, e das 19h às 23h para o jantar. O hotel fica na Avenida Mato Grosso, 4.250, bairro Carandá Bosque.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions