A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

27/07/2015 11:00

Dia dos Pais vai movimentar R$ 161 milhões, queda de 6% neste ano

Priscilla Peres

Em consequência da conjuntura econômica atual e seguindo a tendência de queda nas vendas, este ano menos consumidores vão comprar presentes para seus pais. Pesquisa de intenção de compras mostra que o Dia dos Pais vai movimentar R$ 161 milhões em MS, valor 6% menor que no ano passado.

Veja Mais
Shoppings realizam promoção com descontos de até 70% a partir de hoje
Com comércio otimista, vendas de 12 de junho crescem 4,9% em 2015

Levantamento realizado anualmente pela Fecomércio (Federação do Comércio de MS) mostra que este ano 78% dos consumidores vão às compras até o próximo dia 9 de agosto e vão gastar R$ 130 em média, por presente. O percentual de clientes dispostos a gastar teve retração de 10% em relação a 2014, enquanto o valor médio caiu apenas R$ 2 por presente.

Em Campo Grande, 83% dos consumidores vão às compras e juntos, devem movimentar R$ 44 milhões, valor 7% maior que no ano passado. O valor do presente caiu, passando de R$ 139 para R$ 135,

A maioria (69%) vai comprar apenas um presente e a grande preferência é pelas compras em shoppings. Do total de entrevistados, 29% preferem as lojas do Centro, 11% o comércio de bairro e 2% pela internet. Calçados (21%), roupas (13%) e perfumes (15%) são os mais escolhidos para presentear os pais.

A pesquisa da Fecomércio também mostra que 61% dos consumidores vão parcelar suas compras, 32% vão pagar a vista no dinheiro ou débito e apenas 8% no crédito à vista. Esses números revelam o baixo poder de compra da população, que precisa recorrer a formas parceladas de compra.

Interior - Entre os municípios pesquisados, os moradores de São Gabriel do Oeste vão dar os presentes de maior valor (R$ 142), seguido por Ponta Porã (R$ 139) e Chapadão do Sul (R$ 136). Os menores valores são de Naviraí (R$ 95), Três Lagoas (R$ 99) e Corumbá (R$ 105).

O percentual de consumidores que vão às compras diminui em praticamente todos os municípios, exceto Aquidauana, Chapadão do Sul e Corumbá, que tiveram leves altas. Já o montante movimentado cresceu em pouco e também só em dois cidades.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions