A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

27/10/2014 16:47

Dólar sobe 2,68% e bolsa cai 2,77% em dia útil após resultado eleitoral

Priscilla Peres

No primeiro dia útil após a vitória de Dilma Rousseff (PT) nas eleições presidenciais, o dólar subiu 2,68%, maior alta em quase três anos, desde novembro de 2011 quando teve valorização diária de 2,94%. A cotação da moeda norte-americana na venda fechou o dia em R$ 2,523.

Veja Mais
Com menor preço médio do país, litro da gasolina é vendido por R$ 3,09
Bancários completam 21 dias em greve sem previsão para voltar ao trabalho

Em contrapartida, a bolsa de valores fechou em baixa de 2,77%, a 50.503 pontos, após marcar 48.722 pontos no pior momento pela manhã, em queda de 6,2%. O volume do pregão somou R$ 17 bilhões, menor patamar desde abril.
Apesar da queda, o percentual foi pequeno perto do que previam os investidores mais pessimistas do mercado, que esperava o acionamento do circuit breaker, mecanismo que interrompe os negócios quando a queda supera os 10 por cento. Nem na mínima da sessão, o Ibovespa chegou perto disso.

A reeleição da presidente Dilma deixou os investidores apreensivos com o futuro da política econômica do país. "O mercado está operando no escuro", afirmou o superintendente de câmbio da corretora Intercam, Jaime Ferreira, à agência de notícias Reuters.

"Nós sabemos quem é o presidente, mas agora queremos saber quem é o ministro da Fazenda e como de fato vai ser esse próximo governo. Só aí vai dar para saber onde o dólar vai se acomodar".

(Com Portal Uol)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions