A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

28/10/2015 13:56

Edital para conclusão da UFN3 será aberto em fevereiro, garante Reinaldo

Liana Feitosa e Leonardo Rocha
Já conversamos com o presidente da Petrobras e com o diretor de gás e energia. Eles nos disseram que em fevereiro será lançado edital buscando um novo parceiro aprovado para o projeto, disse governador Azambuja. (Foto: Chico Ribeiro/ Assessoria Governo)"Já conversamos com o presidente da Petrobras e com o diretor de gás e energia. Eles nos disseram que em fevereiro será lançado edital buscando um novo parceiro aprovado para o projeto", disse governador Azambuja. (Foto: Chico Ribeiro/ Assessoria Governo)

Para garantir término da construção da fábrica UFN3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados), da Petrobras, o Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que, no próximo mês de fevereiro, será lançado edital buscando novo parceiro para a conclusão do projeto.

Veja Mais
Dilma vem a MS lançar obra de R$ 7,7 bilhões e que vai gerar 40 mil empregos
Governo quer buscar parceiros para Petrobras concluir obra de fábrica

“Já conversamos com o presidente da Petrobras e com o diretor de gás e energia. Eles nos disseram que em fevereiro será lançado edital buscando um novo parceiro aprovado para o projeto. Com isso, esperamos que a obra seja concluída ainda no ano que vem”, afirmou o governador no auditório da governadoria na manhã desta quarta-feira (28).

Ele confirmou a vinda da presidente Dilma Rousseff (PT) a Mato Grosso do Sul na sexta-feira (30) para lançamento da pedra fundamental de outra grande obra em Três Lagoas, a duplicação da Fibria em Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande.

A presidente será recepcionada pelo gestor estadual às 9h30 no aeroporto de Três Lagoas, segundo Azambuja. “O chefe de gabinete da presidente me ligou combinando”, completou o governador.

De acordo com ele, o governo estadual desempenhou papel importante para que o investimento de ampliação da Fibria fosse possível, já que concedeu vários incentivos fiscais a gigante produtora de celulose, como acesso a recursos do FDCO (Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste).

“A Dilma também teve papel importante em função do financiamento dos bancos oficiais, como o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Ela ajudou na parte financeira”, disse Azambuja.

 

Bancos repetem proposta de reajuste de 7% e negociação prossegue
A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e o Comando Nacional dos Bancários retomaram a 9ª rodada de negociações nesta quarta-feira (28) em São Paul...
Após segunda queda consecutiva, dólar fecha cotado a R$ 3,22
O dólar comercial inverteu o movimento no final da tarde, após operar em alta durante quase toda a sessão. A moeda norte-americana fechou esta quarta...



Não será concluido governador, nem o ano que vem nem em 2017, a Dilma não vai mexer nisso pois a Petrobras está uma lama só, só vai inaugurar se for promessa de campanha, fora isso eu não apostaria nada neste assunto.
 
Max em 28/10/2015 17:33:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions