A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

30/04/2016 11:38

Em dois anos, grupo fecha 6 lojas e luta para manter a última aberta

Mariana Castelar
Das sete, esta foi a única loja que vem sobrevivendo a crise (Foto: Alcides Neto)Das sete, esta foi a única loja que vem sobrevivendo a crise (Foto: Alcides Neto)

Quem nunca comprou ou conhece algum cliente das marcas campo-grandenses Cobra D'Água e Tube Surf? A Tube, por exemplo, faz parte da história de Campo Grande, famosa no Centro.

Veja Mais
Bancários voltam a negociar reajuste e fim da greve nesta terça-feira
Com cautela no exterior, dólar fecha praticamente estável a R$ 3,24

Criadas em família, a mãe e o casal de filhos chegaram a ter 7 unidades na cidade, mas hoje tentam resistir a crise econômica e manter a última ainda aberta em Campo Grande.

Em dois anos, a rede fechou 2 unidades no Shopping Campo Grande, 3 no Norte Sul Plaza e 1 no Bosque dos Ipês.

O gerente Lorenço Poncio conta que havia a possibilidade de fechar todas, porém, depois de uma reunião, a família decidiu que o ponto mais tradicional continuará aberto. “A loja na 14 já tem mais de 30 anos, por isso, depois de uma reunião, resolveram não fechar”.

O novo administrador, Nicolas Barbosa Miranda, garante que, ao contrário do que muitos falam, a Tube Surf da 14 de Julho está investindo em publicidade, contratações e vai continuar firme. “Estamos com novos planejamentos, faremos algumas promoções, tudo visando o crescimento da loja. Com certeza essa não fechará”.

Sobre as vendas , Lourenço diz que estão fracas e que a meta do ano passado está bem longe de ser atingida, mas que a crise ocorre em todo lugar. “Início do ano sempre acontece isso com IPTU, IPVA e tantas outras contas no início do ano. Agora em março que começamos a ter um aumento nas vendas porque é o momento que as pessoas começam a respirar”.

Segundo o subgerente, Renato Augusto, a loja não irá fechar nem demitir os funcionários da loja  (Foto: Alcides Neto)Segundo o subgerente, Renato Augusto, a loja não irá fechar nem demitir os funcionários da loja (Foto: Alcides Neto)



Putz cara... Até a Tube?! Trabalho com TI e manutenção de computadores e a empresa para qual trabalho presta serviços de manutenção para a Tube e eu próprio faço a maioria dos serviços quando algo é necessário. Não sabia que tinham fechado as outras lojas. Muito chato isso. São ótimas pessoas.
 
Michael F. de Godoy em 01/05/2016 03:00:26
Talvez não seja só a crise que vem afetando os negocios dessa rede.
A familia perdeu o pai alguns anos atraz, ele que era o grande gestor
dos negocios da familia.
Quando isto acontece, se os herdeiros não darem seguimento rigoroso
aos negocios, ai as coisas podem tomar um rumo inadequado.
 
Reinaldo Paes Sandim em 30/04/2016 15:55:48
Tenho CNPJ ativo desde 1986 no ramo de Confecções, onde criei família e formei o filho, porém hoje sábado dia 30-04-2016 encerrei as atividade, 30 anos ?? Abaixei as portas e vou tentar vender de porta em porta, tipo "Sacoleiro"; Não é imposto, não é aluguel, não é corpo mole.....As vendas nunca estiveram tão ruim e fraca, antes ficar devendo aos fornecedores, melhor fechar e começar do ZERO (na Rua); Abraços Eduardo
 
Eduardo Marques Lucas em 30/04/2016 13:38:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions