A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

08/07/2015 14:15

Em MS, custo do metro quadrado varia 3,37% em junho e é cotado a R$ 948

Liana Feitosa

O custo médio do metro quadrado foi de R$ 948,49 no mês de junho em Mato Grosso do Sul, segundo o Sinapi (Índice Nacional da Construção Civil), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em parceria com a Caixa.

Veja Mais
Custo do metro quadrado sobe 0,40% em MS e é cotado a R$ 975 em média
Prefeitos vão a Brasília para cobrar liberação de recursos federais

Isso significa que, em junho, o índice subiu menos do que no mês anterior. Em maio, o custo médio do metro quadrado no Estado foi de R$ 975,14, se considerada a desoneração da folha de pagamento de empresas do setor da construção civil.

O índice aponta para variação mensal de 3,37% na comparação do custo médio com o mês de maio. Isso coloca Mato Grosso do Sul em segundo lugar entre os estados com a maior variação mensal do país, só ficando atrás do Acre, cuja variação mensal foi de 3,79%.

No acumulado do ano, a variação de MS é de 4,73% e, nos últimos 12 meses, de 5,09%.

Em termos nacionais, o Sinapi apresentou variação de 0,73% em junho, ficando 0,53 ponto percentual abaixo da taxa de maio (1,26%). Considerando o primeiro semestre do ano, o resultado foi de 3,15%.

Nos últimos doze meses a taxa situou-se em 5,66%, acima dos 5,51% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em junho de 2014 o índice foi de 0,59%.

Já o custo nacional da construção, por metro quadrado, que em maio fechou em R$ 935,20, em junho passou para R$ 942,00, sendo R$ 507,16 relativos aos materiais e R$ 434,84 à mão de obra.

Se não considerada a desoneração da folha de pagamento, o custo médio da construção por metro quadrado foi de R$ 1.010,45, o que aponta para variação mensal de 3,62% e de 5,24% nos últimos 12 meses.

Custo do metro quadrado sobe 0,40% em MS e é cotado a R$ 975 em média
Foi registrada variação de 1,26% no Índice Nacional da Construção Civil de maio, a estatística ficou 0,76% acima da taxa de abril (0,50%). O índice f...
Prefeitos vão a Brasília para cobrar liberação de recursos federais
O repasse do FEX (Fundo de Auxílio aos Estados e Municípios Exportadores) ainda não foi feito em 2016 pelo Governo Federal e as prefeituras de Mato G...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions