A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

10/12/2015 16:09

Em nota, Petrobras diz que ainda busca parceiro para terminar fábrica

Priscilla Peres
Obra foi paralisada há um ano, com 81% do projeto executado. (Foto: Perfil News)Obra foi paralisada há um ano, com 81% do projeto executado. (Foto: Perfil News)

A Petrobras, responsável pela construção da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados) em Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande, disse hoje que está a procura de negócios com investidores dispostos a terminar a obra, mas sem que a empresa tenha danos financeiros. A obra está paralisada há um ano.

Veja Mais
Obra da Petrobras completa um ano parada com dívida de R$ 36 milhões
Petrobras anuncia reajuste de até 5% no preço do gás de cozinha

Em nota, a empresa disse que as obras estão 81% concluídas e que "estuda outras estruturas de negócios com investimentos realizados por terceiros, que viabilizem a conclusão da obra sem onerar a Companhia".

Durante todo o ano, o governo de Mato Grosso do Sul se reuniu com representantes da empresa que mantém o discursos de procurar novos investidores. Em agosto, o governo se propôs a ajudar a estatal a encontrar um novo parceiro para concluir os trabalhos.

Em 10 de dezembro de 2014, a Petrobras rescindiu contrato com o Consórcio formado pelas empresas Galvão Engenharia e a Sinopec Petroleum, alegando não cumprimento do contrato. De lá para cá se arrasta uma briga judicial para o pagamento de R$ 36 milhões deixados pelas empresas com fornecedores de Três Lagoas.

A obra que inicialmente tinha previsão de ser inaugurada em setembro de 2014, recebeu diversos incentivos fiscais, como doação de terreno e isenção de impostos dados pela prefeitura e Estado.

Ao longo do período de obras e até depois de paralisada, a Petrobras tem divulgado ações que são realizadas em contrapartida aos incentivos. Entre elas programas de monitoramento de fauna, flora, água, ar e afluentes.

A estatal também patrocina diversos programas de cunho social, como o projeto Gerando Futuro que atendeu 1,4 mil adolescentes da cidade em aulas de educação complementar e direcionamento ao mercado de trabalho, e a reestruturação da brinquedoteca da casa assistencial mantida pelo grupo espírita Candeia, de Três Lagoas (MS)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions