A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

02/07/2015 09:56

Empresa focou no churrasco, mas viu espaço na chipa e vende 5 mil por dia

Mariana Rodrigues
Em apenas dois meses, as vendas saltaram de 700 para 5 mil chipas por dia. (Foto: Marcos Ermínio)Em apenas dois meses, as vendas saltaram de 700 para 5 mil chipas por dia. (Foto: Marcos Ermínio)

Quando empresários começam a lucrar com o próprio negócio é comum que eles queiram incrementar o empreendimento ou até mesmo expandir, mas para dar certo é preciso ter alguma novidade, algo que chame atenção dos consumidores. É o caso de Vivian Maria Pedra, dona de uma churrascaria, mas que acabou inovando e abrindo uma chiparia que deu tão certo que hoje ela vende em torno de 5 mil chipas por dia a R$ 1 cada.

Veja Mais
Terra de ninguém: usuário reclama de estrutura e insegurança em terminais
Lanchonete que criou a Chipa Grega ainda faz café pra acompanhar como há 37 anos

No começo ela e mais dois irmãos resolveram abrir uma churrascaria na Rua Euclides da Cunha, em Campo Grande, onde investiram R$ 50 mil. Como o espaço alugado para montar o empreendimento era muito grande, ela estudava uma forma de ocupar o restante que sobrava do salão. A primeira ideia que veio a cabeça foi montar uma pizzaria, mas por não querer abrir até tarde desistiu desta opção.

Conversando com clientes da região que compravam marmitex na churrascaria, ela notou que faltava um local próximo para lanchar. Descendente de paraguaios, ela então pensou na possibilidade de vender chipa, começou a testar receitas até que chegou na que mais agradou.

A chiparia tem dois meses, e Vivian conta que no primeiro dia vendeu 700 unidades do salgado, duas semanas depois esse número subiu para 2 mil unidades. "Depois que estabilizou as vendas ficaram entre 3 e 4 mil e agora está entre cinco mil por dia", afirma. Ela conta que chegou a esse número devido as chipas congeladas, pois alguns de seus clientes compram a chipa para revender em bairros.

Vivian Maria Pedra, dona da churrascaria e chiparia, pretende expandir o negócio. (Foto: Marcos Ermínio)Vivian Maria Pedra, dona da churrascaria e chiparia, pretende expandir o negócio. (Foto: Marcos Ermínio)

Questionada sobre o sucesso de seu empreendimento, ela conta que se surpreendeu com o sucesso. "Eu abri a chiparia para atender o público que não tinha onde tomar café da manhã e lanchar. E ela acabou ajudando a churrascaria porque dobrou o movimento e me surpreendeu, já que estou conseguindo faturar com ela", afirma.

Expansão - O primeiro empreendimento de Vivian foi a churrascaria, logo depois ela abriu a chiparia, agora ela pretende ir mais longe. Devido aos bons resultados, a ideia agora é de abrir uma segunda unidade do comércio de chipa a R$ 1 e mais que isso, ver seu negócio virar franquia.

A ideia da franquia surgiu após ser procurada por um casal de Florianópolis, que mostrou interesse em abrir um comércio igual na cidade deles. Vivian também recebeu pedidos de uma pessoa de Rondônia que pretende abrir uma franquia em Vilhena (RO)."Eles querem que a gente envie massa pronta, agora vou ter que ver para virar uma franquia, para poder franquear para eles".

O local está sempre cheio, e clientes levam sacoladas de chipa. (Foto: Marcos Ermínio)O local está sempre cheio, e clientes levam sacoladas de chipa. (Foto: Marcos Ermínio)

Planejamento - A analista do Sebrae, Mariana Rojas Palermo conta é comum empresários incrementarem o negócio, ainda mais em momento de vendas desaquecidas. Segundo Mariana, é preciso prestar atenção no cliente, atender a demanda, pois a empresa é para ganhar dinheiro, ou seja, para obter lucros. "Não é atípico esse comportamento, pois é no momento de crise é quando o empresário inova".

Mas é preciso ter cuidado, Mariana conta que é necessário fazer um planejamento de expansão, ou seja, ter os mesmos cuidados que se teve quando foi abrir uma empresa, e não agir por impulso. "É preciso planejar os investimentos, inclusive de acordo com o mercado, pois quando começa a dar certo é comum que o empresário queira expandir. Mas é preciso tomar esse cuidado".

No caso da franquia, ela comenta que o primeiro passo é registrar a marca, pois tudo que é novo atrai outras pessoas. De acordo com Mariana, o Sebrae disponibiliza uma consultoria para orientar o proprietário a tornar o negócio em uma franquia.

O restaurante e chiparia de Vivian estão localizados na rua Euclides da Cunha, 1.200 quase esquina com a avenida Ceará. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 19h e aos sábados das 6h30 às 13 horas.




Já estive neste local em um sábado pela manhã (8 horas) porque tinha lido a reportagem a dias atras. Fui muito mal atendida. Não tinha café e o funcionário me informou que nem sabia a a que horas o café ficaria pronto. Fiquei decepcionada.É preciso investir em "pessoas" por é com elas que compramos seu produto. Quanto a chipa estava ótima. Sugestão: Auto atendimento e um bom café sempre pronto.
 
Cristina em 02/07/2015 16:17:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions