A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

08/11/2014 09:12

Empresa investe R$ 1 milhão para fabricar cosméticos na Capital

Priscilla Peres
Marca tem 30 produtos que levam itens naturais na composição. (Foto: Simão Nogueira)Marca tem 30 produtos que levam itens naturais na composição. (Foto: Simão Nogueira)
Empresária é de SP, mas decidiu investir em Mato Grosso do Sul. (Foto: Simão Nogueira)Empresária é de SP, mas decidiu investir em Mato Grosso do Sul. (Foto: Simão Nogueira)

A marca Ecoplus está investindo em torno de R$ 1 milhão na implantação da fábrica de cosméticos em Mato Grosso do Sul. A empresa existe há sete anos com sede em Campo Grande, mas a produção era feita de forma terceirizada por uma fábrica de São Paulo.

Veja Mais
China vê irregularidades e suspende importação de frango de MS
Bancários completam 23 dias de greve e negociação continua nesta quarta

Natural de São Paulo mas apaixonada por Mato Grosso do Sul, a empresária Marina Paes, 30, conta que terceirizar a fabricação de seus cosméticos foi a alternativa encontrada para manter a empresa funcionando enquanto não tinha condições financeiras para montar a própria fábrica.

"O problema é que é muito caro fabricar lá e distribuir, pagamos muito mais imposto, além do frete", conta ela que atualmente vende seus produtos para salões de beleza de 17 estados. Com o alto poder de consumo de Mato Grosso do Sul, ela resolveu de vez se mudar para cá e a previsão é de que a fabrica comece a operar no início de 2015.

As obras estão quase prontas e agora só faltam ajustes finais. "Estamos fazendo as adequações necessárias para conseguir os alvarás e trazendo as máquinas. No começo do ano que vem começamos as contratações de pessoal", explica Marina que pretende gerar 150 empregos entre diretos e indiretos até o fim do próximo ano.

Com a fabricação própria, a empresária pretende reduzir o custo de seus produtos em até 20% e com isso expandir os negócios. "A terceirização encarece o preço do produto final, agora vamos reduzir o custo, baixar os preços e vender também para pessoas físicas". Com essas ações, a intenção é que o faturamento anual ultrapasse R$ 1 milhão.

Além de baixar o custo e o preço final para aumentar o faturamento, a empresa também pretende aumentar o percentual de comercialização no Estado. "Atualmente 30% da nossa produção fica em MS, o objetivo é de aumentar para 50%", explica Marina. Para ela, os municípios do interior do Estado são os grande compradores e vão ajudar a alavancar as vendas.

"Em São Paulo o mercado está saturado, aqui em Campo Grande tem bastante concorrência, mas no interior não. Lá não chega produto de baixo custo e qualidade alta, eles são carentes disso", destaca a empresária, que só na Capital fornece para 3 mil salões de beleza.

A marca Ecoplus tem 30 produtos, sendo a maioria a base de óleos naturais. Entre a linha, há itens que garantem o liso perfeito e natural, a hidratação intenção e o brilho dos cabelos. Também tem produtos para o alisamento dos fios.

China vê irregularidades e suspende importação de frango de MS
A China identificou irregularidades sanitárias em cinco plantas frigoríficas brasileiras, e suspendeu temporariamente a importação de carne de frango...
Em queda de 0,5%, dólar comercial fecha cotado a R$ 3,23 nesta terça-feira
Cotado a R$ 3,231 na venda, o dólar comercial fechou a terça-feira (27) em queda de 0,5%. Na véspera, a moeda havia terminado o dia praticamente está...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions