A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Setembro de 2016

03/11/2014 17:37

Entrega do projeto de reajuste do IPTU à Câmara fica para terça-feira

Priscilla Peres
Equipe técnica da prefeitura está elaborando o projeto com o pedido de reajuste. (Foto: Marcelo Calazans)Equipe técnica da prefeitura está elaborando o projeto com o pedido de reajuste. (Foto: Marcelo Calazans)

A prefeitura deixou para amanhã a entrega do projeto que prevê o reajuste do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) de 2015 em 18%, à Câmara Municipal. A previsão inicial é de que o documento fosse hoje para análise dos vereadores, já que a decisão precisa ser tomada até quinta-feira (6) para não comprometer o andamento da cobrança antecipada.

Veja Mais
Projeto de reajuste do IPTU vai para Câmara na terça-feira, diz secretário
Contribuintes lotam Central em busca de desconto maior para pagar IPTU

O secretário de Finanças de Campo Grande, André Scaff, afirma que "não deu tempo" de concluir o projeto hoje, mas que amanhã será entregue à Câmara. "Não mudou nada do que conversamos na semana passada. Vamos enviar a proposta de 18% de aumento e aguardar as emendas feitas por eles", afirma.

O presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB) afirmou que aguarda o projeto para poder fazer as considerações necessárias. "Ainda não recebi. Tem urgência, mas depende do prefeito", Mário César. O projeto está sendo elaborado pela Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) junto com as secretarias de Receita e Finanças e precisa da assinatura do prefeito Gilmar Olarte (PP) para ser encaminhado.

Para Olarte, o reajuste é necessário e que ele e os vereadores estão buscando um valor que pode ser pago pela população. "Usa-se muita hipocrisia quando se fala em reajuste, precisamos decidir sim, mas precisamos ter responsabilidade. Há anos não é feito nenhum reajuste e com isso a cidade deixa de arrecadar".

Decisão - A segunda reunião entre a equipe econômica da prefeitura junto aos vereadores para tentar definir o valor de reajuste do imposto terminou sem acordo na quinta-feira (30). O prefeito encaminhará amanhã para a Câmara o projeto com a proposta de aumento de 18% e a antecipação do vencimento do imposto de fevereiro para o início de janeiro.

O valor têm que ser definido até o fim da semana que vem para garantir o andamento do projeto e garantir que os boletos para pagamento do IPTU cheguem na casa dos contribuintes até 1° de dezembro, com vencimento para 9 de janeiro de 2015 e desconto de 25% para pagamento à vista.

(Colaborou Ludyney Moura)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions