A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

05/06/2014 14:12

Ex-funcionários do Independência ainda cobram dívida de R$ 8,5 milhões

Caroline Maldonado
Unidade do frigorífico em Nova Andradina, em foto de antes do pedido de recuperação judicial. (Foto: Jornal da Nova)Unidade do frigorífico em Nova Andradina, em foto de antes do pedido de recuperação judicial. (Foto: Jornal da Nova)

O frigorífico Independência fechou em abril de 2010 e não pagou mais de R$ 8,2 milhões de dívida trabalhista a 750 funcionários de Nova Andradina, Aquidauana e Campo Grande. Para não decretar falência, o frigorífico fez a recuperação judicial, em 26 de novembro de 2012, quando foi aprovado um plano com o prazo de um ano para o pagamento da dívida. Passado esse tempo, a empresa não cumpriu o acordo. A unidades de Campo Grande e Nova Andradina foram assumidas pelo grupo JBS, mas a dívida trabalhista segue com o Independência.

Veja Mais
Dólar comercial fecha a semana em alta e cotado na venda a R$ 3,25
Intenção de compra cai, mas dia das crianças pode movimentar R$ 146 mi

Segundo a advogada Sílvia Nascimento, que trabalha na defesa de 80 funcionários, o escritório Bernardes Bastos Investimentos comprou a dívida de cerca de 250 processos e fez um acordo com esses funcionários, quitando as dívidas daqueles funcionários que aceitaram receber um valor 30% menor. Dessa forma, aqueles que não fizeram o acordo continuam sem receber os direitos. Segundo a advogada, os ex-funcionários do frigorífico pensam até em lotar um ônibus e ir até São Paulo para exigir o pagamento dos créditos.

O processo corre na Justiça de Cajamar, na região metropolitana de São Paulo. Segundo a advogada, em abril desse ano, os advogados dos trabalhadores se reuniram com a juíza responsável pelo caso e com o administrador judicial do frigorífico para discutir o andamento dos processos das dívidas ainda não quitadas. Na ocasião, foi estabelecido um prazo de 30 dias para que fosse apresentada uma lista com os créditos dos trabalhadores e que toda a dívida fosse quitada. O prazo, venceu e a relação não foi publicada.

A advogada conta que nunca viu um processo se estender por tanto tempo. “Esse processo está completamente enrolado, inclusive tem denúncia ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça)”, destaca a advogada. Os valores da dívida não são atualizados, portanto quanto mais tempo se passa mais prejudicados ficam os trabalhadores que ainda não receberam.

Marinalva da Silva conta que trabalhou até abril de 2010 no frigorífico, quando a gerência informou que a empresa fecharia em uma semana. Como não foram pagos o direitos dos empregados, Marinalva passou por um momento muito difícil. Ela teve que acionar um advogado para conseguir o seguro desemprego, com o qual sustentou as duas filhas menores. “Além de não avisar que fechariam, eles não pagaram nem o último mês que trabalhamos”, conta Marinalva da Silva, que trabalhou como faqueira.

De acordo com a advogada, no município de Nova Andradina são 714 ações no valor de R$ 7.338.984,76, Aquidauana tem sete ações no valor de R$ 109,121,04 e Campo Grande tem 29 ações no valor de mais de R$ 752.265,17. Conforme Silvia, isso representa 47,98% da dívida que o frigorífico tem em todo o país, que chega a R$ 75 milhões.

A reportagem entrou em contato, por telefone, ontem e hoje (5) com o escritório do frigorífico Independência, mas o atendente pediu que fosse feito novo contato amanhã, quando a advogada, Renata Pimenta, ou o presidente da empresa, Graciano Roberto Russo, poderão atender.

Dólar comercial fecha a semana em alta e cotado na venda a R$ 3,25
Apesar do dólar ter fechado em queda de 0,12% no dia, e cotado a R$ 3,252 na venda, a moeda norte-americana fechou a semana com uma leve alta de 0,14...
Bandeira tarifária de outubro é verde, sem valor adicional nas contas de luz
A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em outubro será verde, sem custo para os consumidores de energia elétrica. Este é o sétimo m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions