A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

14/05/2015 18:31

Fibria aprova investimentos de R$ 7,7 bi para duplicar unidade de MS

Priscilla Peres
Ao final das obras a fábrica de celulose terá capacidade de produção de 3 milhões de toneladas por ano. (Foto: Divulgação)Ao final das obras a fábrica de celulose terá capacidade de produção de 3 milhões de toneladas por ano. (Foto: Divulgação)

O Conselho de Administração da Fibria aprovou o projeto de duplicação da unidade de Três Lagoas - distante 338 km da Capital. Com investimento estimado em R$ 7,7 bilhões, ao final das obras a fábrica de celulose terá capacidade de produção de 3 milhões de toneladas por ano. Há 10 dias, a Eldorado Brasil outra gigante do setor, também anunciou que duplicará sua capacidade de produção em MS.

Veja Mais
Eldorado conclui projeto e dá início a duplicação de fábrica por R$ 8 bi
MSGÁS vai dobrar fornecimento para acompanhar expansão da Fibria

A nova linha de produção intitulada projeto Horizonte 2, será executada durante dois anos. Nesse período, serão criados 40 mil empregos diretos e indiretos e durante o pico da obra, serão cerca de 10 mil trabalhadores. Quando entrar em operação, a nova linha de celulose da Fibria terá 3 mil postos de trabalho.

Com foco na exportação, a empresa pretende investir quase US$ 2,5 bilhões de recursos próprios, entre caixa e financiamentos. “A ampliação da unidade de Três Lagoas segue a estratégia de crescimento com disciplina da Fibria, que considera uma janela de oportunidade para a entrada de nova capacidade de produção de celulose no mercado em 2018”, afirma o presidente da Fibria, Marcelo Castelli.

A execução do Projeto Horizonte 2 contará com cerca de 60 fornecedores locais. Ao longo das obras, a Fibria irá promover 500 mil horas de treinamento na área Florestal e outras 390 mil horas de treinamento na área Industrial, incluindo a preparação da equipe própria e de terceiros. As obras também terão impacto positivo nas finanças públicas, com estimativa de arrecadação de impostos de cerca de R$ 450 milhões durante a construção.

De acordo com nota divulgada hoje pela empresa, as licenças ambientais para a ampliação da unidade de Três Lagoas, incluindo a licença de instalação, já foram obtidas. A Fibria também está investindo no desenvolvimento da base florestal na região com o objetivo de abastecer a nova linha de produção.

Serão necessários 174 mil hectares de florestas plantadas em áreas próprias, arrendamento e parcerias, além da compra de madeira futura de terceiros. Atualmente a empresa já conta com excedente de 107 mil hectares plantados ou sob contratos de plantio.

A celulose produzida pela Fibria em Três Lagoas é levada por transporte ferroviário até o Porto de Santos (SP), de onde é exportada para mais de 40 países.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions