A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

02/09/2015 18:40

Fibria pede indenização de R$ 100 mi da Eldorado por uso indevido de eucalipto

Renata Volpe Haddad

A Fibria, dona de uma fábrica de celulose instalada em Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, entrou na última semana de agosto, com uma ação de indenização contra a Eldorado Brasil Celulose, no valor de R$ 100 milhões.

Veja Mais
Fibria inicia expansão e contrata cerca de 60 fornecedores locais
Justiça isenta Eldorado das responsabilidades trabalhistas de terceirizada

Controlada pela J&F Investimentos, a Eldorado é acusada de ter usado indevidamente em suas fazendas, um clone de eucalipto registrado pela Fibria. Segundo o Valor Econômico, a ação representa mais um capítulo da disputa judicial iniciada em 2013 entre as duas companhias.

Em agosto de 2014, houve conclusão da perícia, que foi anexada ao processo que corre na comarca de Três Lagoas, e que aponta 99,99999981% de probabilidade, de cinco das seis amostras de partes de eucalipto recolhidas em diferentes fazendas usadas pela Eldorado, serem geneticamente idênticas à cultivar VT02 da Fibria, que é protegida pela SNPC (Serviço Nacional de Proteção de Cultivares).

Na época, a Eldorado contestou a imparcialidade da perícia e, também, a eficácia do teste de DNA isoladamente. A empresa alegou que a legislação de cultivares faz uma série de restrições a esse tipo de análise.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions