A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

12/08/2015 12:29

Fiscalização reprova 63% de pescado coletado em comércio da Capital

Caroline Maldonado
Operação Pescado revelou marcas que são comercializadas com irregularidades na Capital (Foto: Divulgação/Semade)Operação Pescado revelou marcas que são comercializadas com irregularidades na Capital (Foto: Divulgação/Semade)

Tem consumidor pagando por gelo ao comprar pescado, em Campo Grande. Entre os dias 27 de julho e 7 de agosto, a AEM-MS (Agência Estadual de Metrologia) coletou 653 unidades de pescado em estabelecimentos de Campo Grande e dividiu em 30 lotes. Apenas 11 amostras estavam em conformidade com as exigências do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e tecnologia) e 19 foram reprovadas, ou seja, 63% não poderiam ser comercializados.

Veja Mais
Feira de negócios começa hoje na Capital, e velejador Lars Grael fará palestra
Bancários voltam a negociar reajuste e fim da greve nesta terça-feira

A ação denominada Operação Pescado, foi divulgada hoje (12) pela Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico). O objetivo é alertar o consumidor quanto as marcas em que se pode confiar quanto ao peso de embalagens de crustáceos, moluscos, frutos do mar e pescados em geral.

Foram reprovadas, em um ou mais tipos de produtos fiscalizados, as marcas Costa Sul, Vitalmar, Pioneira e New Fish. Entre as aprovadas pela análise, estão Frescato, Buona Pesca e Dellamare.

A diretora técnica da AEM-MS, Luciana Boni, destacou a importância da fiscalização e da adequação do comércio para que o consumidor não esteja pagando por gelo. Seguno Luciana, os números são preocupantes, pois operações como essas são realizadas rotineiramente pela agência.

Para o diretor presidente da AEM-MS, Nilton Pinto Rodrigues, a Operação Pescado destacou, mais uma vez, o papel da instituição na busca constante da segurança do cidadão. Os consumidores que desejarem mais informações podem entrar em contato com a ouvidoria do órgão pelo número 0800 67 5220.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions