A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

12/11/2016 18:23

Frigorífico de tilápia deve injetar R$ 150 milhões e gerar 1,8 mil empregos

Elci Holsback
Empresa aguarda liberação para iniciar atividades (Foto: Divulgação/governo do Estado)Empresa aguarda liberação para iniciar atividades (Foto: Divulgação/governo do Estado)

Mato Grosso do Sul é um dos maiores exportadores de carne bovina do País e pode se tornar referência na piscicultura. A multinacional Tilabras aguarda a resposta do governo Federal a um pedido de concessão para explorar superfície fluvial no Rio Paraná e construir o maior frigorífico de tilápia do Brasil, que caso autorizado, será instalado no município de Selvíria, na região do Bolsão e distante - 404 Km de Campo Grande.

Veja Mais
Empresa produtora de tilápia quer gerar 800 empregos diretos em MS
Em MS, 2,6 mil têm até o fim do mês para sacar os R$ 880 de abono salarial

O projeto prevê a injeção de U$ 51 milhões, o equivalente a mais de R$ 150 milhões na aquicultura do Estado e a geração de 1,8 mil empregos diretos, além do fomento aos pequenos e médios produtores, já que além da própria produção, a indústria pode absorver a produção de  terceiros, como pequenos produtores.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento, Jaime Verruck, o estado já conta com tecnologia na produção de peixes e agora o objetivo é convertê-la em maior produtividade e a atração de novos empreendimentos. “Em relação à produção de carnes, Mato Grosso do Sul ainda tem um potencial de crescimento fantástico na área da piscicultura, com excelente tecnologia, seja na produção de peixes nativos ou exóticos, como é o caso da tilápia. Nossa expectativa é muito grande para esse novo frigorífico, uma vez que o potencial de produção de tilápia no rio Paraná está só começando. Nós já atraímos o investimento que será instalado no município de Selvíria. Temos água, espaço e muita capacidade empreendedora", considera Verruk.

A empresa Tilbras é fruto da parceria entre uma das maiores produtoras de tilápia do mundo, a americana Reagal Springs, e a brasileira Axial. Atualmente, a tilápia é a espécie mais criada no Brasil, representando 45,4% do total nacional. Dados do Ministério do Abastecimento apontam que a produção da espécie aumentou 9,7% em relação a 2014.

No momento, a empresa aguarda resposta do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) sobre o pedido de concessão para poder operar o empreendimento. Em 2015, a empresa recebeu Licença Prévia do governo do Estado para instalação de 821 tanques rede para produção de tilápias no município. 

Nesta última quinta-feira (10), a senadora Simone Tebet e o deputado estadual, Eduardo Rocha, se reuniram com técnicos do Mapa para tratar sobre a liberação da licença  segundo a senadora, o corpo técnico pediu 40 dias para avaliar o processo e apresentar decisão o oficial.

 

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions