A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

30/01/2015 15:54

Gasolina começa a subir na segunda e pode chegar a R$ 3,40 na Capital

Vania Galceran e Caroline Maldonado
Preço dos combustíveis deve ficar mais caro com aumento de impostos (Foto: Liana Feitosa)Preço dos combustíveis deve ficar mais caro com aumento de impostos (Foto: Liana Feitosa)

A elevação dos impostos federais a partir de 1º de fevereiro deverá causar aumento no preço da gasolina ao consumidor a partir de domingo. Em Campo Grande, onde o preço médio está em R$ 3,03, o reajuste nas bombas pode chegar a 10%. O litro do combustível pode chegar a R$ 3,40 na cidade e os postos começam a repassar ao consumidor final a partir de segunda-feira.

Veja Mais
Mesmo antes de novo aumento, preço da gasolina chega a R$ 3,39
Gasolina faz preço disparar e etanol custa até R$ 2,29 na Capital

A elevação do PIS (Programa de Integração Social) e da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) corresponderá a R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel. O decreto para elevação dos tributos foi publicado ontem (29) no Diário Oficial da União. A Cide (Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico), que estava zerada desde 2012, será aplicada apenas em 90 dias. Depois desse prazo, o reajuste do PIS/Cofins cai para R$ 0,12 no preço da gasolina e R$ 0,10 no diesel.

expectativa do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul) é de que o preço ao consumidor começa a subir a partir de segunda-feira (2). O preço médio da gasolina, que está em R$ 3,03, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo), pode chegar a R$ 3,24, conforme previsão do Edson Lazarato, consultor da entidade. 

O maior valor na Capital, que está em R$ 3,09, pode chegar a R$ 3,40 ao consumidor final. O menor preço está em R$ 2,99 e pode chegar a R$ 3,19. 

Com a medida, o Governo espera receber R$ 12,2 bilhões, conforme estimativa do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, há duas semanas.

Reajuste anterior – A Petrobras aumentou o preço da gasolina em 3% e do diesel em 5%, em novembro do ano passado. Com isso, o preço médio da gasolina que antes era de R$ 2,999 agora está em R$ 3,04 e o do diesel s500 que estava em R$ 2,70, passou para R$ 2,73, enquanto o diesel s10 que saia a R$ 2,90, com o reajuste ficou em torno de R$ 2,97, segundo a ANP.

O aumento de impostos sobre a gasolina vai gerar um encarecimento de pelo menos 7% para o consumidor final. O valor é estimado pelo governo e pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), mas os sindicatos que representam os revendedores acreditam em um reajuste maior.

“O aumento de R$ 0,22 é no preço da refinaria. A partir daí você tem incidência de ICMS e custos como o frete, que também vai ficar mais caro porque o diesel vai aumentar, portanto o consumidor final vai sofrer sim com esse impacto e o preço inevitavelmente, vai subir”, afirma Edson Lazaroto.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions