A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

14/11/2014 10:09

Gestão de André deixa 5 projetos com investimento de R$ 10,9 bilhões

Caroline Maldonado e Leonardo Rocha
Equipes se reuniram hoje na Seprotur (Foto: Leonardo Rocha)Equipes se reuniram hoje na Seprotur (Foto: Leonardo Rocha)
Governador deixa megaprojetos de investimentos para o sucessor (Foto: Alcides Neto)Governador deixa megaprojetos de investimentos para o sucessor (Foto: Alcides Neto)

Os grupos do governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) e da atual administração, que integram a equipe de transição, reuniram-se nesta manhã na Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo). O secretário da pasta, Paulo Angel, informou que estão sendo entregues ao novo governo projetos de implantação de indústrias, que totalizam investimento de R$ 10,9 bilhões (com base na cotação do dólar de hoje, a R$ 2,63) em municípios do Estado.

Veja Mais
Equipe de transição realiza reunião de trabalho na Semac
Governador participa do lançamento da nova fábrica de proteínas de soja

São cinco indústrias em fase de implantação, nas áreas de produção de etanol, esmagamento de soja, celulose, laminados e compensado de madeira. Segundo Paulo, a reunião foi realizada para abordar os principais projetos que estão em andamento na secretaria.

O secretário destacou a captação de investimentos para industrialização no Estado, desenvolvimento das cadeias produtivas, como fortalecimento da cultura de leite, pisciultura, suíno cultura e outros. “Temos ainda o trabalho no turismo do Estado, a mineração que é fundamental, principalmente a transformação de ferro em aço, assim como as cadeias de cana-de-açúcar, carne bovina, floresta e outras demais produções como celulose”, detalhou.

Na ocasião, Paulo Angel disse que é favorável a divisão da Seprotur em duas secretarias, conforme anunciou Reinaldo. “Essa questão vai ser resolvida pelo próximo governador. A nossa equipe só vai fornecer as informações, mas na minha opinião se dividir essa secretaria vai otimizar o trabalho, inclusive fluindo melhor, já que dentro da Seprotur estão os principais setores da economia do Estado”, opinou.

Investimentos – O secretário informou na reunião detalhes sobre a implantação da indústria de esmagamento de milho para produção de etanol, cuja pedra fundamental foi lançada em Chapadão do Sul, 321 quilômetros de Campo Grande. Nesse empreendimento são investidos US$ 300 milhões de dólares pela BioUrja do Brasil Agroindústria.

Outra indústria do mesmo setor já está em processo de implantação em Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande. Empresários chineses da BBCA Group investem mais de US$ 320 milhões de dólares, em uma fábrica que deverá gerar pelo menos 400 empregos diretos. A construção da obra ficará pronta em fevereiro de 2015, conforme previsto pelos empresários e terá capacidade para consumir 1,2 milhão de toneladas de grãos, o equivalente a toda a produção de milho do município, que gira na faixa de um milhão de tonelada.

Na Capital, foi lançada no dia dois de junho deste ano a pedra fundamental da fábrica de proteínas de soja da empresa norte-americana ADM (Archer Daniels Midland Company), com investimento de US$ 250 milhões. A ADM é uma das maiores empresas de agronegócio do mundo. Os empresários anunciaram, em março, que o novo complexo será instalado junto à unidade produtora de óleos vegetais que funciona há seis anos na Capital, gerando cerca de 80 empregos diretos.

O secretário destacou ainda a implantação da indústria de celulose em Ribas do Rio Pardo, a 103 quilômetros de Campo Grande. Com investimento de R$ 8 bilhões, a fábrica de uma multinacional chilena, a Arauco Celulose, deve consolidar Mato Grosso do Sul como “vale da celulose”, somando-se as duas em funcionamento, Fibria e Eldorado, que produzem 2,8 milhões de toneladas por ano em Três Lagoas.

Outro investimento é da indústria de laminados e MDF em Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grande. Serão investidos US$ 250 milhões pelo grupo Asperbras, considerando o investimento no plantio de floresta e na instalação da fábrica, com geração de 200 empregos diretos e 200 indiretos.

Da equipe do governador eleito participaram da reunião de transição Carlos Alberto Assis, Filipe Matos, Ademar Silva, Marcelo Miglioli, João Bosco Martis e Athayde Neri. Do grupo do governador André Puccinelli, participaram a coordenadora Thie Higushe, Nelson Tshushima e restante da equipe da Seprotur.

Governador participa do lançamento da nova fábrica de proteínas de soja
O governador André Puccinelli participa nesta segunda -feira (2) de junho, às 9h, da solenidade de lançamento da pedra fundamental da fábrica de prot...
Em queda de 0,5%, dólar comercial fecha cotado a R$ 3,23 nesta terça-feira
Cotado a R$ 3,231 na venda, o dólar comercial fechou a terça-feira (27) em queda de 0,5%. Na véspera, a moeda havia terminado o dia praticamente está...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions