A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

28/10/2015 11:17

Governador decide reajuste no IPVA só após aprovação de ajuste fiscal

Priscilla Peres e Leonardo Rocha
Governador aguarda ajuste fiscal para decidir sobre IPVA. (Foto: Marcos Ermínio)Governador aguarda ajuste fiscal para decidir sobre IPVA. (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse hoje que aguarda a votação do ajuste fiscal na Assembleia Legislativa, para decidir se aumentará o percentual de cobrança do IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores). Há chances dele aumentar o imposto para reduzir os déficits mensais.

Veja Mais
Deputados tentam mediar alterações em ajuste fiscal do governo
Impacto da crise é menor nas cidades que anteciparam ajuste fiscal

"Depois disso (ajuste fiscal) vou tomar uma decisão sobre o IPVA, se deixa 2,5, ou se faz algum acréscimo. O objetivo de ajustar as finanças do governo", disse o governador em evento realizado nesta manhã, em Campo Grande.

Acontece que por lei o percentual de cobrança é de 5% do valor de mercado do carro, mas todos os anos os governadores reduzem esse valor para 2,5%, por meio de decreto. Cabe a Reinaldo, decidir se elevará o percentual, ou não.

Enquanto isso, o projeto do ajuste fiscal esbarra na insatisfação de produtores rurais, que não concordam com o aumento do ITCD (Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação). Consequentemente, eles influenciam na tomada de decisões da bancada rural, maioria na Assembleia.

Os representantes (setor produtivo) desejam que o ITCD mantenha a mesma alíquota de 2% nos casos de doação e cheguem até 6% em relação a causa mortis. No projeto o governo estipula uma faixa de isenção para imóveis até R$ 50 mil, mas mantém a tributação progressiva, ou seja, quanto mais vale a propriedade, maior o imposto.

Sendo 2% para propriedades até R$ 300 mil, 4% de R$ 300 mil a R$ 600 mil e a partir dos R$ 800 mil, a cobrança de 8%.




é um verdadeiro absurdo, só está preocupado com o bolso, aqueles humildes que votaram nesse individuo não vai ter carro como vai pagar um IPVA parcelas manutenção e vistoria, vai perder um dia inteiro e no sol ou na chuva e se passar na vistoria sai o doc se não volta outro dia, Detran sem o minimo de conforto para com os proprietários dos veículos e ainda pagamos, e esse dinheiro vai pra onde?.Estradas terceirizadas estão entrando pros cofres também.
 
tato em 17/11/2015 18:09:56
Votei no Reinaldo Azambuja, me arrependo até o ultimo fio de cabelo.
Muita covardia, o Puccinelli acabou com o trabalhador que tem um carro ou uma moto mais antiga, tem que pagar essa vistoria absurda.Agora vem esse Reinaldo Azambuja que todos nós que votamos nele, acreditando que iria administrar para o povo, e ele tem esse tipo de pensamento.
Mas para um Político igual a você que gastou aproximadamente 30 Milhões em sua campanha para Governador a gente tinha que esperar isso mesmo.
Os Brasileiros são uns dos que mais pagam impostos no "MUNDO' e ainda vem um Reinaldo Azambuja querendo aumentar o IPVA dos veículos.
Nós votamos em você foi para administrar e não para aumentar impostos, assim qualquer um administra.
Se depender do meu voto, você não ganha nem para Presidente de Bairro.
 
Verissimo em 28/10/2015 15:16:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions