A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

04/09/2015 13:58

Hortifrutis registram queda e preço da cesta básica em agosto é de R$ 338,79

Renata Volpe Haddad
A boa produtividade do tomate fez com que o preço diminuísse, e em 12 meses teve variação de 9,43%. (Foto: Marcos Ermínio)A boa produtividade do tomate fez com que o preço diminuísse, e em 12 meses teve variação de 9,43%. (Foto: Marcos Ermínio)

O preço da cesta básica em Campo Grande teve retração de 2,39% em agosto, custando R$ 338,79, ou seja, R$ 8,29 mais barata se comparado ao mês de julho, quando o valor dos alimentos da cesta registrou R$ 347,08, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Veja Mais
Em tempos de crise, cesta básica teve queda de 0,78% no preço, em julho
Cesta básica tem retração de 3,99% com tomate e banana mais baratos

A retração deve-se a tendência de baixa no preço do tomate, que mês passado registrou queda de 18,14% e a batata, com variação negativa de 24,85%. O feijão foi outro item que ajudou com que o preço da cesta básica diminuísse em agosto, ficando 8,86% mais barato.

Boa produtividade fez com que o preço do tomate diminuísse, e no acumulado dos 12 meses, teve variação de 9,43%. No caso da batata, a concentração da safra de inverno, cuja colheita foi iniciada em junho e deve encerrar em setembro, fez com que o preço caísse. Em 12 meses, a variação no valor do tubérculo foi de 44,97%.

Os alimentos que ficaram mais caros em agosto foram a banana nanica (9,22%), o leite (3,33%), açúcar (2,45%), farinha de trigo (2,35%), arroz (2,24%), pão francês (1,56%), café em pó (1,29%) e carne bovina (0,65%).

Famílias - Para as famílias campo-grandenses composta por dois adultos e duas crianças, a cesta básica custou R$ 1.016,37, ficando R$ 24,87 mais barata que em julho, onde o valor foi de R$ 1.041,24.

Em comparação com agosto de 2014, onde a cesta registrou preço de R$ 864,84, a diferença apresentada é de R$ 151,53, mais cara este ano. Nos oito primeiros meses de 2015, o valor médio da cesta familiar foi de R$ 1.024,19, sendo que a média no mesmo período do ano passado, foi de R$ 920,80.

Salário Mínimo Necessário – O trabalhador de Campo Grande, precisou trabalhar 94h35m em agosto para poder garantir a cesta básica, deste modo, o SMN (Salário Mínimo Necessário) estimado para o trabalhador esse mês foi de R$ 3.258,16, valor inferior em R$ 67,21 no mês de Julho, quando o SMN foi de R$ 3.325,37.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions