A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

26/01/2015 10:53

Indústria de MS encerra 2014 pessimista e inicia 2015 sem ânimo

Priscilla Peres
(Foto: Fiems)(Foto: Fiems)

Após um ano de baixos investimentos e poucos resultados para a indústria, o setor está receoso e pessimista para 2015. De acordo com o Radar Industrial da Fiems (Federação da Indústria de MS), os indicadores apontam números abaixo de 50 pontos, que é alinha divisória sobre indicações positivas e negativas.

Veja Mais
Greve dos bancários chega ao 19º dia com 144 agências sem atendimento
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano

De acordo com o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, os indicadores referentes à demanda por seus produtos, quantidade exportada, número de empregados e compras de matéria-prima. A atividade industrial terminou 2014 em baixa, com dezembro sendo o sétimo mês consecutivo sem crescimento da produção, quando comparado com o mês imediatamente anterior.

“Em 2014, a produção industrial sul-mato-grossense apresentou expansão somente em maio. Nacionalmente também houve crescimento em apenas um mês ao longo do ano, ocorrendo em outubro. Já na comparação contra igual mês de 2013 constata-se que a atividade industrial em Mato Grosso do Sul apresentou crescimento somente nos meses de janeiro, fevereiro, junho e dezembro”, detalhou.

Ezequiel Resende reforça que o nível de utilização da capacidade instalada em Mato Grosso do Sul ficou abaixo do usual para o mês de dezembro. “O índice marcou 38,5 pontos em dezembro, queda de 0,7 pontos em relação a novembro. O resultado permanece abaixo dos 50 pontos, patamar a partir do qual há o indicativo de utilização acima do usual para o mês. A utilização média da capacidade instalada nas indústrias pesquisadas foi de 72%”, disse.

Intenção de investimento - Já o ICEI/MS (Índice de Confiança do Empresário Industrial em Mato Grosso do Sul) marcou 41 pontos em janeiro deste ano, queda de 2,5 pontos em relação a dezembro do ano passado. “O empresário industrial do Estado não está confiante neste início de ano com janeiro sendo o sexto mês consecutivo com o índice abaixo dos 50 pontos”, explicou Ezequiel.

Em janeiro, para 83,7% dos respondentes as condições atuais da economia brasileira pioraram, enquanto no caso da economia estadual, na mesma comparação, a piora foi apontada por 62,5% dos participantes. Desde agosto de 2014 são registradas quedas nas intenções de investimentos dos industriais de Mato Grosso do Sul, já são seis meses consecutivos de queda.

FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...
Dólar comercial fecha a semana em queda e cotado a R$ 3,24
Após duas altas seguidas do dólar comercial durante a semana, a moeda norte-americana fechou nesta sexta-feira (23) cotado a R$ 3,247 na venda e com ...
Desemprego desacelara, e MS cria mais 1.077 vagas de trabalho em agosto
Mato Grosso do Sul abriu 1.077 empregos formais a mais no mês de agosto -equivalentes ao acréscimo de 0,21% -, em relação ao estoque de assalariados ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions