A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

08/12/2014 08:43

Indústria gráfica aposta na venda de material escolar para crescer 2%

Caroline Maldonado
Indústria gráfica aposta na venda de material escolar para crescer 2%

A indústria gráfica de Mato Grosso do Sul prevê crescimento de 2% em 2015, conforme pesquisa divulgada pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). Com isso, a receita líquida do setor de R$ 61 milhões em 2014, deve alcançar R$ 62,22 milhões no ano que vem.

Veja Mais
Pais que anteciparem compras pagam até 10% a menos no material escolar
Preço do material escolar tem variação de até 367% na Capital

O crescimento previsto para o próximo ano é abaixo do desejado pelo setor e a situação é a mesma em todo o país, segundo o presidente do Sindigraf (Sindicato das Indústrias Gráficas de Mato Grosso do Sul), Julião Gaúna. “A economia brasileira está instável e a concorrência com as importações de materiais gráficos têm causado desequilíbrio, refletindo também no panorama estadual”, explica.

O segmento tem 1.921 trabalhadores com carteira assinada distribuídos por 353 estabelecimentos, em Mato Grosso do Sul, conforme o Radar Industrial da Fiems. A mão de obra qualificada é outra dificuldade enfrentada pelos empresários do setor, conforme o sindicalista. Ainda assim, assegura Julião, as indústrias gráficas devem superar as adversidades e manter o nível de emprego e capacidade produtiva em nível estadual.

Lado positivo - Em meio ao cenário negativo, empresas de pequeno e médio são beneficiadas com o aumento do sublimite para inclusão no Simples Nacional, de R$ 1,8 milhão para R$ 2,520 milhões. “Tal medida irá afetar de forma positiva o empresariado sul-mato-grossense, gerando mais competitividade e perspectivas de crescimento, sem que isso incorra em aumento na carga tributária”, avalia.

Outra perspectiva positiva está relacionada a um projeto de lei complementar, que tramita no Senado Federal, sobre as regras do ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). “Com a aprovação desse PLC pelo Senado, os empresários terão mais segurança jurídica e, com isso, poderão investir mais”, analisa.

A venda de materiais escolares, além do material de consumo em escritórios e promocionais também pode ajudar o setor. “Nesse sentido, vale a pena destacar que Mato Grosso do Sul vem mudando ao longo do tempo, o que contribui para movimentar o mercado local, e as empresas já não buscam tanta produção fora do Estado”, prevê o presidente da entidade.

MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions