A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

22/04/2015 11:38

Intenção de consumo das famílias da Capital é a menor da série histórica

Priscilla Peres

A intenção de consumo das famílias de Campo Grande chegou ao menor índice histórico. Isso significa que agora, mais do que nunca, as pessoas estão contendo as despesas e comprando menos. Os números foram divulgados hoje pela CNC (Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Veja Mais
Com alta de energia e combustível, intenção de consumo na Capital volta a cair
Intenção de consumo das famílias volta a cair depois de alta no mês passado

De acordo com a pesquisa, em abril o índice chegou em 107,9 pontos, caindo 8% em relação a março (117,1). Quando comparado a abril do ano passado, o recuo é ainda maior e chega a 15%.

A retração se dá tanto entre as famílias que recebem até 10 salários mínimos quanto entre as que têm renda superior, mas entre estas últimas está a maior contenção.

A insegurança em relação ao emprego é um dos fatores que exercem peso na intenção de consumo. Desta vez, 22,6% disseram que se sentem menos seguro enquanto em abril do ano passado foram 13,5%.

“Percebemos que, além das adversidades econômicas do período, também há um forte fator psicológico porque em abril do ano passado 14,2% declararam estar desempregados e desta vez foram 8,7%. O consumidor está contido”, avalia o presidente da Fecomércio-MS, Edison Araújo.

Com alta de energia e combustível, intenção de consumo na Capital volta a cair
O aumento no preço de impostos e itens importantes no dia-a-dia, como combustíveis e energia, já refletem na Intenção de Consumo das Famílias de Camp...
Intenção de consumo das famílias volta a cair depois de alta no mês passado
A Intenção de Compras das Famílias campo-grandenses voltou a cair em outubro. Houve redução de 1,2 ponto percentual no índice médio pesquisado pela C...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions