A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

18/06/2014 11:40

Intenção de consumo em Campo Grande tem queda novamente

Marta Ferreira
Com funcionamento reduzido nos dias de jogo do Brasil na Copa, comércio enfrenta, ainda, um consumidor menos interessado nas compras. (Foto Marcos Ermínio)Com funcionamento reduzido nos dias de jogo do Brasil na Copa, comércio enfrenta, ainda, um consumidor menos interessado nas compras. (Foto Marcos Ermínio)

Mais uma vez, em junho, uma pesquisa mostra que o campo-grandense está pouco interessado em fazer compras. Segundo o índice ICF (Intenção de Consumo das Famílias), calculada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), é de 113,8 em junho, contra 118,4 em maio e 127,2 em abril, ou seja, a queda é consecutiva nos últimos três meses. 

Veja Mais
Vendas apontam tombo expressivo em 2014
Vendas dos Dia dos Namorados caíram 6,8%, indica levantamento

O comércio registrou vendas abaixo do esperado no Dia dos Namorados e está sendo prejudicado, principalmente, pelo clima de Copa do Mundo, que faz as lojas fecharem mais cedo nos dias de jogo. Além disso, para o presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), o resultado está relacionado à precaução dos trabalhadores em relação ao emprego. “Percebemos que esta cautela maior com as compras está diretamente relacionada à percepção da segurança do emprego e perspectivas profissionais”, avalia.

Na pesquisa desta vez, 39,2% dos ouvidos disseram que se sentem mais seguros no emprego em relação ao ano passado e 11,7% estão menos seguros. Quanto às perspectivas profissionais 55,1% esperam alguma melhora para os próximos seis meses e sobre a situação de renda atual, 46,4% consideram melhor e 28,4% acham que piorou.

Conforme o levantamento, para 45,1% dos ouvidos, o acesso ao crédito está mais fácil. Outros 29,9% acham que ficou mais difícil. Sobre o atual nível de consumo, um novo indício de freios nas compras: 37,4% já dizem que estão comprando menos que em igual período do ano passado; 32,9% elevaram as compras e 27,3% mantiveram o mesmo ritmo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions