A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

17/11/2016 17:58

Investimento em educação profissional ajuda a sair da crise, diz governador

Paulo Nonato de Souza
Autoridades e convidados em solenidade no Senai, nesta quinta (Foto: Marina Pacheco)Autoridades e convidados em solenidade no Senai, nesta quinta (Foto: Marina Pacheco)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse na tarde desta quinta-feira (17), durante inauguração de nova unidade do Senai de Campo Grande e o Memorial da Indústria, que os investimentos em educação profissional e qualificação de mão de obra, cada vez mais são fundamentais como reforço da competitividade do Estado para atrair novas empresas e gerar empregos.

Veja Mais
Governador participa da inauguração de prédios do Sistema Fiems hoje
Fiems lança pedra fundamental de prédio de R$ 7 milhões do Sesi SST

“Ficamos contentes em ver os investimentos do setor privado que ajudam o povo. Investir em educação é o caminho para sair da crise e tornar o País mais competitivo”, declarou o governador, que participou do evento a convite do presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen.

Segundo Azambuja, o esforço do Estado na questão de investimentos na educação pública, além da ampliaçao de escolas em tempo integral e da busca de um modelo de ensino para evitar evasão e repetência, tem sido manter incentivos para a indústria, mesmo diante da crise econômica.

“Essa postura mantém a credibilidade do Estado, atrai novos investimentos e gera empregos, tanto que Mato Grosso do Sul é o segundo em geraçao positiva de empregos no Brasil”, disse Azambuja, ressaltando que a desburocratização é outro fator fundamental. “Alguns procedimentos, como a licença ambiental, agora levam menos tempo para sair, e o tempo para constituir uma empresa ficou menor. E queremos desburocratizar ainda mais”, comentou.

O novo bloco do Senai de Campo Grande e o Memorial da Indústria, juntos receberam investimentos da ordem de R$ 19,6 milhões e foram construídos na esquina da Avenida Bandeirantes com a Avenida Afonso Pena, no Bairro Amambaí.

Com área construída de 5.142,73 m² e quatro pavimentos, o novo bloco do Senai de Campo Grande tem no térreo uma oficina de solda, uma oficina de metalmecânica, uma oficina automotiva, uma oficina de logística e cinco salas de aula. No primeiro andar estão a oficina de costura, maquete da logística e sete salas de aula, enquanto no segundo andar fica a parte de refrigeração industrial, refrigeração comercial e residencial, além de sala de aula de metrologia, laboratório de estrutura de rede, laboratório VOIP (transformação de voz em dados), laboratório de rede, laboratório de manutenção e duas salas de aula.

Também como parte da estrutura do novo bloco do Senai estão as instalações do Memorial da Indústria com 411 m². É a edificação mais antiga do Senai em Campo Grande. O prédio foi completamente revitalizado e passará a abrigar a história da indústria sul-mato-grossense e das instituições que compõem o Sistema Fiems – Sesi, Senai e IEL. Reúne fatos históricos referentes ao desenvolvimento industrial de Mato Grosso do Sul.

“Com esses investimentos esperamos resgatar a história da indústria em Mato Grosso do Sul. Vamos armazenar discussões de temas que são tratados como importantes hoje em relação a estrutura e tecnologia. A ideia é preservar o passado e registrar o presente para gerações futuras”, disse o presidente da Fiems.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions