A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

20/06/2014 10:42

Leite aumenta 18%, mas consumo menor deve frear novas altas

Bruno Chaves
Valor do leite pode ficar estável ou registrar pequeno aumento por causa da diminuição na demanda de derivados como iogurte, manteiga e outros (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)Valor do leite pode ficar estável ou registrar pequeno aumento por causa da diminuição na demanda de derivados como iogurte, manteiga e outros (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

O preço da caixa de leite longa vida em Campo Grande teve evolução de 18,72% de janeiro a junho deste ano. Apesar da entressafra, que está chegando, com o começo da época de estiagem, os valores devem se manter estáveis ou registrarem leve aumento. Isso por causa do comportamento do consumidor, que diminuiu a compra dos derivados e conteve o preço da bebida.

Veja Mais
Seprotur realiza projeto para melhorar produção de leite em MS
Dia das Crianças vai movimentar R$ 146 milhões com R$ 119 por presente

Conforme o coordenador do Nepes (Núcleo de Econômicas) da Uniderp/Anhanguera, o professor Celso Correa de Souza, a tendência de aumento não é tão grande quanto a que foi registrada no final do ano passado.

“Nos últimos meses de 2013, pudemos perceber que apesar de grande, o aumento no preço dos produtos não se manteve”, explicou.

O fator é justificado pela mudança no comportamento do consumidor, que deixou de comprar derivados como iogurte, manteiga, requeijão e outros.

Com a queda na demanda, explicou o professor, sobrou leite nos estoques e isso refletiu, diretamente, no preço da bebida.

“O pessoal está comprando menos os produtos derivados e isso pode segurar um pouco o preço do leite. Daqui para frente, se subir, vai subir pouco”, afirmou.

Preço do leite integral São Gabriel variou 18,42% entre janeiro e junho deste ano (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Preço do leite integral São Gabriel variou 18,42% entre janeiro e junho deste ano (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Pesquisa – O IPC (Índice de Preços ao Consumidor), elaborado pelo Nepes da Anhanguera/Uniderp, revelou que o preço do leite de caixinha subiu até 18,72% na comparação dos seis primeiros meses do ano.

De janeiro a junho, a maior variação foi registrada no preço da caixa de leite longa vida desnatado Parmalat, que aumentou de R$ 2,27 para R$ 2,69.

Na sequência, apareceram o leite desnatado São Gabriel (18,62%); leite integral São Gabriel (18,42%); leite integral Parmalat (17,31%); e leite desnatado Elegê (16,75%).

Seprotur realiza projeto para melhorar produção de leite em MS
A Seprotur (Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Indústria, do Comércio e do Turismo) junto com o Instituto Sistêmico e Sebrae realizam projeto ...
Endividamento das famílias cresce e atinge 58,2%, mostra pesquisa
O endividamento das famílias brasileiras aumentou 0,2 ponto percentual de agosto para setembro deste ano, atingindo 58,2%. Apesar do ligeiro crescime...
Taxa de juros do cheque especial bate novo recorde: 321,1% ao ano
A taxa de juros do cheque especial subiu em agosto. De acordo com informações do Banco Central (BC), divulgados hoje (28), em Brasília, a taxa do che...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions