A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

08/12/2015 16:43

Loja que fechou há 22 anos paga R$ 131 mil a ex-funcionários na Capital

Caroline Maldonado
Idelmar da Mota Lima (no centro) faz o repasse dos cheques para três dos 15 beneficiários com a ação (Foto: Divulgação/SECCG)Idelmar da Mota Lima (no centro) faz o repasse dos cheques para três dos 15 beneficiários com a ação (Foto: Divulgação/SECCG)

Por meio de ação trabalhista, 15 comerciários da Capital receberam hoje (8) o total de R$ 131 mil da loja Regente, que faliu há 22 anos. Eles estiveram na sede do SECCG (Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande) para receber os valores. 

Veja Mais
Comércio passa a abrir até às 20h e lojistas esperam melhora nas vendas
Campo Grande terá reforço de 40% no policiamento no comércio até janeiro

O maior valor recebido por um ex-funcionário da loja foi de R$ 28 mil, segundo o presidente da entidade, Idelmar da Mota Lima. “Esse é apenas um dos benefícios que um sindicato pode oferecer para o trabalhador. Entramos com a ação por intermédio de nossa assessoria jurídica e conseguimos esse benefício, que não poderia chegar em um momento mais especial, às vésperas do Natal”, comentou o sindicalista.

Para uma das beneficiadas, que preferiu não se identificar, o dinheiro veio em um momento difícil. “Já havia me esquecido dessa ação. Não esperava receber, uma vez que a loja faliu e a Justiça confiscou o patrimônio que restou. Foi sim um presente de Deus para todos nós”, comemorou.

A assessoria jurídica do sindicato trabalha em mais de 300 ações que tramitam na Justiça, em favor de comerciários de Campo Grande, conforme Idelmar. O presidente da Fetracom (Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Mato Grosso do Sul), Pedro Lima, parabenizou os 15 comerciários filiados ao sindicato e reforçou a importância do sindicatos na vida dos trabalhadores.

“Sem os sindicatos, nenhuma categoria profissional conseguiria tantos benefícios que constam nas convenções coletivas de trabalho. É preciso que todos reflitam sobre isso e procurem fortalecer seus sindicatos, filiando-se a ele”, afirmou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions