A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

25/03/2014 10:45

Mais uma vez, setor de mineração puxa aumento da arrecadação em MS

Luciana Brazil

Pelo segundo mês consecutivo o setor de mineração foi o responsável pelo aumento da arrecadação da Receita Federal em Mato Grosso do Sul, de acordo com o levantamento do órgão feito em fevereiro. Foram R$ 6,2 milhões a mais no setor no mês passado.

Veja Mais
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina

Em janeiro, o setor também foi o que mais contribuiu para a arrecadação da Receita. De acordo com o delegado da Receita Federal, Flávio de Barros Cunha, as operadoras de extração de minérios metálicos sofreram forte incremento financeiro. “O setor teve um lucro muito significativo. Quanto mais eles faturam, mais impostos eles pagam”.

Seguindo dados de fevereiro, a administração pública e a seguridade social ficaram em segundo lugar, com R$ 5,8 milhões de incremento. A educação foi o terceiro destaque no mês com R$ 4,1 milhões.

Já entre os tributos e contribuições previdenciárias as empresas em geral apresentaram o maior crescimento na arrecadação do Estado em fevereiro. Foram R$ 8,9 milhões de incremento.

Os órgãos do poder público ficaram em segundo lugar na contribuição. Conforme a Receita Federal foram R$ 7,7 milhões.

O pagamento unificado contribuiu R$ 6,6 milhões para o aumento da arrecadação.

Total- A arrecadação total em fevereiro foi de mais de R$ 397,247 milhões com um crescimento nominal de R$ 47,798milhões em relação ao mesmo período do ano passado, que foi de R$ 349,449 milhões. Esse resultado representou um crescimento nominal de 13,68% em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

A arrecadação fazendária alcançou o valor de R$ 200,591 milhões com um acréscimo de R$ 19,356 milhões em relação a fevereiro de 2013, um crescimento de 10,68%.

Já a arrecadação de receitas previdenciárias somou R$ 196,656 milhões, um aumento de 16,91% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...
Mais de 6 mil consumidores saíram da lista de inadimplentes em agosto
Em agosto, 6.144 contribuintes de Campo Grande saíram do cadastro de inadimplentes. O número é 38,5% maior que o de julho, quando 4,4 mil pessoas rec...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions