A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

08/11/2012 22:12

Marfrig, JBS ou Minerva podem reativar frigorífico de Anastácio em 2013

Nyelder Rodrigues
Reunião para discutir questão contou com a presença de várias autoridades, entre elas o deputado federal Felipe Orro (Foto: Divulgação)Reunião para discutir questão contou com a presença de várias autoridades, entre elas o deputado federal Felipe Orro (Foto: Divulgação)

Fevereiro ou março é a data em que o frigorífico de Anastácio, cidade localizada a 135 quilômetros de Campo Grande, pode retomar as atividades. O frigorífico pertencia ao Grupo Kaiowa, e pode passar para o comando dos grupos Marfrig, JBS ou Minerva.

Veja Mais
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas

O deputado estadual Felipe Orro (PDT), o prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo, o presidente da câmara de vereadores da cidade, Laércio Valério, e o administrador judicial da massa falida do Grupo Kaiowa, Amador Bueno, se reuniram nesta quinta (8) para discutir a questão.

Além deles, o gerente da unidade, Cláudio Roberto da Silva, o advogado da massa falida, Mauro Marcílio Júnior e o agente do Ministério da Agricultura e Pecuária, Amélio Ferreira Ocampos, também participaram do encontro, que aconteceu no Hotel Fênix.

Conforme Amador Bueno, os grupos Marfrig, JBS e Minerva demonstraram interessa em adquirir as unidades do grupo. Porém, depende da Justiça aceitar as condições para o negócio ser fechado.

Além de Anastácio, o Grupo Kaiowa possuía unidades em Guarulhos e Presidente Venceslau (SP), Janaúba (GO) e em Pires do Rio, cidade de Goiás. Em Anastácio o frigorífico empregava cerca de 1.000 pessoas, diretamente, e tinha capacidade de abate de 700 cabeças por dia.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...



Parabens pela atitude desse Deputado.
Anastacio precisa de uma Industria dessa envergadura, p/ gerar emprego
 
Helio Alencar em 03/03/2013 18:37:06
Bela atitudo do Deputado estadual pelo Paraná.Está salvando o emprego e a economia do Municipio de Anastácio-PR.
 
Crespim Antonio Rizzi em 14/11/2012 09:55:59
Estamos atentos ao que se refere a negociação de Frigoríficos no Brasil.O Caso de Anastácio após longos anos terá um final feliz,por iniciativa de um Deputado Estadual do Paraná,o frigorífico vai abrir novamente suas portas.
Digo isso,porque no Municipio de Mato Castelhano-RGS,existe o Frigorífico Frigorizzi,
planta semi-nova,com capacidade de abete diário de 1.200 suínos,está desativado
a mais de 2 anos e não encontra interessados na reabertura.De 2.003 a Dez de 2.008, produziu carcaças e cortes destinados ao País Russo.Por circunstâncias que estão sendo esclarecidas na Justiça,acabou perdendo a habilitação para o País Russo e e em set de 2.010 acabaou fechando suas portas.Aguarda que um Deputado do RS faça o mesmo e ajude na reabertura do FRIGORIZZI que está a venda ou arrendamento.
 
Crespim Antonio Rizzi em 14/11/2012 09:51:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions