A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

18/08/2014 15:46

Mato Grosso do Sul criou 18 mil postos de emprego no ano passado

Priscilla Peres

Mato Grosso do Sul criou 18.432 novos postos de emprego formais em 2013, aumento de 2,99% em relação a 2012. Segundo informações da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) divulgadas hoje pelo Ministério do Trabalho e Emprego, o Estado terminou o ano passado com 635,6 mil empregos formais.

Veja Mais
Em meio à crise, idosos garantem movimento nas agências de turismo
Dólar comercial fecha a semana em alta e cotado na venda a R$ 3,25

A administração pública foi o principal setor responsável pelo acréscimo no ano passado, com a criação de 6.154 postos de trabalho em termos absolutos, ou 5,10% em números relativos. Nesse mesmo período, o comércio criou 5.549 postos o equivalente a 4,59% e a Construção Civil gerou 4.572 (14%).

O setor de agropecuária foi responsável pela criação de 2.373 postos (3,70%), a indústria de transformação por 1.289 empregos (1,36%), os serviços industriais de utilidade pública geraram 677 postos (14,54%) e a extrativa mineral 202 (7,67%). O desempenho negativo foi registrado pelo setor de Serviços, que reduziu 2.384 postos (-1,35%) em 2013, em relação a 2012.

Ainda segundo informações da Rais, o rendimento médio do trabalhador sul-mato-grossense teve aumento de 4,46%, em relação a 2012. Os homens continuam sendo maioria (2.230) e ganhando mais com aumento de 5,08%, enquanto as mulheres empregadas formalmente são 1.944 e passaram a ganhar 3,56% no ano passado.

Em relação ao grau de instrução, caiu de 26.281 para 24.829 o número de trabalhadores com 5° série completa do Ensino Fundamental. Também caiu os funcionários com a 9° série incompleta do Ensino Fundamental e os do Ensino Fundamental completo. No período, cresceu de 239.583 para 256.052 os trabalhadores do Ensino Médio completo e de 103.013 para 107.684 os de Superior completo.

A maioria dos trabalhadores formais de Mato Grosso do Sul tem entre 30 e 39 anos, sendo que essa é a faixa etária que mais cresceu em 2013, de acordo com a Rais. Os idosos com mais de 65 anos são minoria e foram os que menos evoluíram no ano passado.

Dólar comercial fecha a semana em alta e cotado na venda a R$ 3,25
Apesar do dólar ter fechado em queda de 0,12% no dia, e cotado a R$ 3,252 na venda, a moeda norte-americana fechou a semana com uma leve alta de 0,14...
Bandeira tarifária de outubro é verde, sem valor adicional nas contas de luz
A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em outubro será verde, sem custo para os consumidores de energia elétrica. Este é o sétimo m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions