A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

19/02/2015 11:26

Mato Grosso do Sul vai arrecadar mais de R$ 340 milhões com IPVA

Valor médio pago pelo imposto no Estado é o 9º mais caro do país

Caroline Maldonado
Arrecadação será de 340,4 milhões, segundo estimativa, divulgada nesta quinta-feira (19), pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (Foto: Marcos Ermínio)Arrecadação será de 340,4 milhões, segundo estimativa, divulgada nesta quinta-feira (19), pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (Foto: Marcos Ermínio)

Cada sul-mato-grossense vai pagar em média R$ 129,97 de IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos e Automotores) referente a 2014. A arrecadação será de R$ 340,4 milhões, segundo estimativa, divulgada nesta quinta-feira (19), pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação).

Veja Mais
IPVA vence na sexta-feira e Estado pretende arrecadar R$ 398 milhões
Arrecadação com IPVA vai ajudar prefeituras em crise financeira, diz André

O valor médio pago pelo imposto em Mato Grosso do Sul é o 9º mais caro, porém inferior a média nacional, de R$ 161,55. Com 2,6 bilhões de habitantes, o Estado tem 1,3 milhões de automotores. São 0,51 veículos por pessoa, conforme o instituto de planejamento. Em Santa Catarina, o número é o mais alto do Brasil. Entre os catarinenses, são 0,66 veículos por pessoa.

Em todo o país, serão arrecadados R$ 32,7 bilhões. São Paulo é o Estado que tem o IPVA mais caro por habitante, que é de R$ 307,13, por proprietário; seguido pelo Distrito Federal, cujo tributo é de R$ 248,13; Rio Grande do Sul, com R$199,78; Santa Catarina, com R$ 199,59; e Paraná, onde cada paranaense desembolsa R$ 191,23 para quitar o imposto.

O Maranhão, por sua vez, é o que cobra o menor valor do IPVA. Lá os proprietários pagam R$ 47,28. A lista tem ainda os Estados da Paraíba, onde o imposto pago é de R$ 53,26; Pará, com R$ 53,74 e Alagoas, com R$ 57,88.

Como as alíquotas do IPVA variam por Estado, existe uma migração dos contribuintes proprietários de veículos para os locais que oferecem a menor tributação, segundo o presidente executivo do IBPT, João Eloi Olenike. “O Paraná, por exemplo, é o sexto Estado mais populoso do País, mas sua frota de veículos perde apenas para os Estados de São Paulo e Minas Gerais, que possuem 13.524.340 e 9.437.008 veículos, respectivamente”, explica.

Segundo o tributarista, esse é o caso de empresas que utilizam uma grande frota de veículos para exercer suas atividades Para economizar com o imposto, os empresários procuram emplacar seus veículos em outro Estado, com menor tributação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions