A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

04/02/2016 16:13

Mensalidade escolar pesa no bolso e inflação fecha janeiro em 1,47%

Priscilla Peres
Reajuste das mensalidades contribuiu para aumento da inflação. (Foto: Marcos Ermínio)Reajuste das mensalidades contribuiu para aumento da inflação. (Foto: Marcos Ermínio)

A inflação de Campo Grande fechou o primeiro mês do ano em 1,47%, influenciada principalmente pela alta das mensalidades escolares e dos produtos alimentícios. O índice ficou acima do registrado em dezembro (0,84%), mas abaixo de janeiro de 2015 (1,78%) o que significa que o indicador pode apresentar quedas.

Veja Mais
Inflação da educação encerrou 2015 com alta de 9,25%, calcula o IBGE
Para combater inflação, economia deve fazer parte do dia a dia

De acordo com os dados do IPC/CG (Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande) divulgados pelo Nepes (Núcleo de Pesquisas Econômicas da Uniderp), o resultado de janeiro foi influenciado pelos reajustes que usaram a inflação do ano como padrão e impactaram no custo de vida da população.

A inflação dos últimos doze meses em Campo Grande soma 11,07%, bem acima do teto da meta estabelecida pelo CNM (Conselho Monetário Nacional), de 6,5% e do centro da meta, de 4,5%. Apesar da inflação de janeiro ter sido alta, o Nepes sinaliza que “a inflação de 2016 pode ser menor do que a inflação de 2015, quando chegou a 11,41%”.

Outro fator que influenciou o resultado de janeiro foi a alimentação, principalmente os produtos que sofrem influências do clima, como os hortifrútis. Janeiro é mês de muita chuva o que atrapalha a produção de hortaliças.

O grupo Vestuário foi o único que registrou deflação (-0,18%) no mês. Enquanto que Transportes (0,02%), Educação (9,91%), Despesas Pessoais (0,17%) e Saúde (0,96%) tiveram aumento nos preços.

Inflação da educação encerrou 2015 com alta de 9,25%, calcula o IBGE
Os brasileiros lidaram com o aumento de preços de diversos produtos e serviços em 2015. Com o início mais um ano letivo, é o momento de quem estuda o...
Para combater inflação, economia deve fazer parte do dia a dia
A inflação está assustando os brasileiros, para se ter ideia, em 2015 esse índice fechou em10,67%, a maior desde 2002, segundo o IBGE. A situação ape...
Inflação da educação encerrou 2015 com alta de 9,25%
Os brasileiros lidaram com o aumento de preços de diversos produtos e serviços em 2015. Com o início mais um ano letivo, é o momento de quem estuda o...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions